Mais lidas
Esportes

Técnica Emily Lima é demitida da seleção brasileira feminina de futebol

.

GIOVANA PINHEIRO

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - Emily Lima foi demitida do cargo de técnica da seleção brasileira feminina de futebol nesta sexta-feira (22). A treinadora deve se pronunciar sobre o tema nas próximas horas por meio de suas contas em redes sociais.

Emily ficou nove meses no cargo, e vinha de cinco derrotas e um empate nos últimos seis jogos, todos contra seleções melhores colocadas no ranking da Fifa. Mesmo assim, Marco Polo Del Nero, presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), decidiu optar por sua demissão.

Nessa quinta, Emily chegou ao Brasil após 42 horas de viagem que se iniciou na Austrália, país onde a seleção havia jogado. Cientes da situação, as jogadoras chegaram a se reunir com o coordenador Marco Aurélio Cunha para pedir a manutenção da treinadora.

No entanto, segundo apurou o UOL Esporte, a iniciativa não foi bem vista pelo dirigente, o que pode ter contribuído para a queda.

A contratação de Emily foi um pedido do próprio Marco Polo. Agora, a CBF busca um substituto para o sul-americano, que deve acontecer em abril.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber