Mais lidas
Esportes

Scarpa fala sobre altitude e revela 'gostinho de vingança' ao vencer LDU

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Fluminense perdeu por 2 a 1, mas o gol marcado por Pedro aos 40 minutos do segundo tempo foi suficiente para o time afastar o fantasma da LDU, do Equador, e avançar para as quartas de final da Sul-Americana nesta quinta-feira (21).

Gustavo Scarpa foi importante para o resultado já que bateu o escanteio que resultou na classificação.

O camisa 10 citou a dificuldade de jogar na altitude de Quito. Os quase 3.000m acima do nível do mar foram decisivos no jogo e causaram estragos. Scarpa, por exemplo, revelou que precisou utilizar o cilindro de oxigênio no intervalo.

"Tem influência total. No intervalo tivemos que pegar a paradinha de ar para respirar oxigênio. No escanteio ou bola parada também parava para respirar um pouco. A bola pega mais pressão. Bati mais fraco e mesmo assim ela ganhou velocidade. Pedro foi bem e fez o gol", explicou Scarpa.

A classificação sobre a LDU tirou um peso do ombro dos jovens jogadores do Fluminense. Isso porque a torcida estava com o adversário atravessado na garganta pelas derrotas nas finais da Libertadores, em 2008, e Sul-Americana, em 2009.

"Conversamos bastante sobre isso no vestiário. Não tinha a responsabilidade de vingar. Só o Gum e Marquinho estavam presentes naqueles jogos. Mas por mais que falássemos isso, sabíamos que tem gostinho de vingança. Mas sadia, não teve deslealdade e ficamos felizes com a vitória", completou Scarpa.

Agora, o Fluminense encara o Flamengo nas quartas de final da competição. Os dois jogos serão no Maracanã com 50% de torcida nas duas partidas, que ainda não tem datas definidas.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber