Mais lidas
Esportes

Fluminense supera LDU e encara Flamengo na Sul-Americana

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Fluminense ficou próximo de repetir o pesadelo de ser eliminado pela LDU, do Equador, nesta quinta-feira (21), mas conseguiu avançar às quartas de final da Copa Sul-Americana. O time carioca perdeu por 2 a 1 em Quito, mas o gol fora de casa deu vantagem para a classificação —no Maracanã, os tricolores venceram por 1 a 0.

O gol do Fluminense foi anotado por Pedro aos 40 minutos do segundo tempo, quando o time perdia por 2 a 0 e já parecia ter queda decretada. Barcos, que passou por Palmeiras e Grêmio, e Cevallos fizeram para os donos da casa. Agora, a equipe das Laranjeiras encara o rival Flamengo na próxima fase.

Logo no início do jogo, o Fluminense partiu para o ataque e quase abriu o marcador com Peu, que substitui o suspenso Henrique Dourado. O atacante aproveitou cobrança de lateral de Léo e acertou a trave de Nazareno.

Após o susto inicial, o Fluminense se fechou e passou a ser bastante pressionado pelos dos da casa. A LDU parecia outro time na altitude, jogando muito mais solta. Foram vários ataques perigosos, em sua maioria pelo lado direito de ataque, nas costas do lateral esquerdo Léo. Julio César teve boa participação e realizou grandes defesas para evitar o gol dos equatorianos na etapa inicial.

Aos 9 minutos do segundo tempo, Wellington Silva fez grande passe para Gustavo Scarpa, nas costas da zaga da LDU. O camisa 10 dominou e invadiu a área. No momento que finalizaria, Tagliapetra deu carrinho e errou a bola. A arbitragem ignorou a falta, que, consequentemente, seria pênalti para o Fluminense.

Pouco tempo depois de ter penalidade ignorada, o Fluminense sofreu um duro golpe. Cevallos cruzou da direita na medida para Barcos, de cabeça, abrir o placar.

Para piorar, o segundo gol saiu três minutos depois. Cevallos, que havia dado assistência para Barcos, foi quem marcou após grande jogada de Anderson Júlio pela ponta direita.

A classificação do Fluminense só foi possível porque Pedro, que entrou no segundo tempo, fez o gol da classificação já no fim do duelo. I jovem atacante completou para as redes cobrança de escanteio de Gustavo Scarpa.

O resultado impediu nova eliminação para o Fluminense diante da LDU. A primeira ocorreu na final da Libertadores, em 2008. Em 2009, o time tricolor caiu novamente na decisão, mas da Sul-Americana.

LDU

Nazareno, Narváez, Tagliapietra, Salaberry e Chalá; Vega (Alex Bolaños), Intriago, Anderson Julio e Cevallos (Quintero); Betancourt (Cárdenas) e Barcos. T.: Pablo Repetto

FLUMINENSE

Júlio César, Lucas, Nogueira, Frazan e Léo; Orejuela, Wendel, Douglas (Marlon Freitas) e Scarpa; Wellington Silva (Robinho) e Peu (Pedro). T.: Abel Braga

Estádio: Casablanca, em Quito (EQU)

Juiz: Fernando Rapallini (ARG)

Cartões amarelo: Salaberry (LDU) Orejuela (FLU)

Gols: Barcos (LDU), aos 12 minutos, Cevallos (LDU), aos 15 minutos, e Pedro (FLU), aos 40 minutos do segundo tempo

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber