Mais lidas
Esportes

ATUALIZADA - CBF recua e diz que terá árbitro de vídeo em todas as partidas

.

LUIZ COSENZO

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) descartou utilizar o árbitro de vídeo em apenas alguns jogos da Série A do Brasileiro. Anteriormente, a entidade havia afirmado que, por alguns estádios não apresentarem condições para receber a tecnologia, ela poderia ser utilizada em apenas algumas partidas do torneio.

O artigo 75 do regulamento geral de competições, inclusive, permite que o sistema seja adotado sem a necessidade de ser implementado em todos os confrontos.

A decisão, porém, não foi bem recebida pelos clubes. Segundo levantamento feito pela reportagem, 12 dos 20 times da Série A eram contra a utilização da tecnologia somente em algumas partidas.

Atlético-PR, Atlético-GO, Atlético-MG, Corinthians, Coritiba, Fluminense, Grêmio, Palmeiras, Ponte, Santos, Sport e Vitória estavam entre os descontentes ou reticentes com a possível implementação somente em alguns jogos.

Apenas Chapecoense e Vasco se dizem confortáveis com qualquer que fosse a decisão. Bahia, Cruzeiro e Flamengo disseram que aguardavam detalhes por parte da CBF. Já Botafogo e São Paulo não se manifestaram.

A decisão da implementação do árbitro de vídeo em todas os jogos foi um dos motivos que fez a CBF adiar o uso da tecnologia na rodada deste final de semana.

Na segunda (18), o presidente da entidade, Marco Polo Del Nero, cobrou que o sistema fosse utilizado o "quanto antes". Ele tomou a decisão após o atacante Jô marcar o gol da vitória do Corinthians sobre o Vasco por 1 a 0, no Itaquerão, com o braço.

Nesta quinta (21), a entidade informou que "64 árbitros e assistentes passarão por avaliações, treinamentos teóricos e práticos nos moldes dos realizados pela Conmebol". A atividade deve começar na próxima segunda (25).

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber