Mais lidas
Esportes

Tite recorre a reservas de confiança contra a Colômbia

.

DASSLER MARQUES E PEDRO IVO ALMEIDA

BARRANQUILLA, COLÔMBIA E SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Tite surpreendeu no treinamento da seleção brasileira no último domingo (3), em Manaus, com a indicação de que deverá fazer mais mudanças no time titular para encarar a Colômbia, na terça (5). Mas, quem acompanha a trajetória do técnico à frente do Brasil sabe que não se trata de tanta surpresa a escolha por nomes como o de Fernandinho para o jogo em Barranquilla.

Com a vaga garantida na Copa do Mundo, o treinador acionou membros daquele que pode ser intitulado de pelotão de apoio de sua equipe titular. É o caso não apenas de Fernandinho, mas também de Thiago Silva e Filipe Luís. Todos provavelmente escalados para o jogo na Colômbia, eles não dependeram de partidas completas para adquirir status importantes dentro do atual grupo.

Mesmo no banco de reservas em boa parte dos jogos, o trio não pode reclamar de falta de espaço ou de moral com Tite. Thiago Silva, Fernandinho e Filipe Luís, inclusive, já participaram do rodízio de capitães na seleção e atuaram com a braçadeira em jogos sob o comando do treinador.

O zagueiro do PSG, inclusive, pode pintar com a faixa para o jogo de terça-feira (5). Até aqui, o capitão do Mundial de 2014 só esteve nessa posição em amistoso realizado na Austrália ou nos minutos finais de um jogo das Eliminatórias. A cena com Thiago pode se repetir em Barranquilla.

Nos bastidores, corredores e concentrações, é possível notar a liderança dos três diante de nomes mais jovens que estejam até entre os titulares. Com vasta experiência de convocações, o trio é parte da estratégia de Tite para gerir o grupo, sempre buscando valorizar até mesmo os que não venham jogando. Em convocação para jogo em Natal no ano passado, por exemplo, o treinador reforçou essa ideia ao dar um livro de presente para Filipe Luís.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber