Mais lidas
Esportes

Hernanes fica a um gol de Luis Fabiano e pode bater marca histórica no São Paulo

.

JOSÉ EDUARDO MARTINS

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Apesar da má fase do São Paulo no Campeonato Brasileiro, Hernanes faz história em seu retorno ao clube. Se marcar mais um gol em uma das próximas quatro partidas, o camisa 15 empata com Luis Fabiano e passa a ser o segundo jogador com melhor sequência nos dez primeiros duelos pelo time, com sete tentos.

Até agora, Hernanes balançou as redes seis vezes em seis jogos que disputou neste segundo semestre. Terceiro maior artilheiro da história tricolor com 212 gols, Luís Fabiano fez sete tentos nos primeiros dez confrontos pelo clube em 2001 e repetiu a dose quando voltou do Rennes, da França, em 2002. O dono do recorde na história do São Paulo é Reinaldo, que em 2002 fez oito gols nos dez primeiros jogos que disputou pelo São Paulo.

Informado pela reportagem sobre a proximidade do recorde, o Profeta atribuiu aos três pênaltis cobrados a surpreendente fase artilheira. Além disso, escolheu a estreia, nos 4 a 3 sobre o Botafogo, como sua melhor partida pelo Tricolor neste retorno: "Não me surpreendo pelo desempenho, mas pelo número de gols. E é claro que bater os pênaltis ajuda a melhorar esses números".

Na primeira passagem pelo clube paulista, entre 2005 e 2010, o meio-campista disputou 223 partidas e marcou 38 gols, média de 0,17 tento por duelo. Agora, a situação do São Paulo contrasta com o bom momento de Hernanes. O time é o penúltimo colocado na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, com apenas 23 pontos conquistados em 22 partidas. Com a pausa para as Eliminatórias da Copa do Mundo, o Tricolor só volta a jogar no dia 9, no Morumbi, contra a Ponte Preta.

"Não tem ajudado muito [a fase pessoal]. Não estou feliz com os resultados do grupo, porque estamos chegando perto, no quase, mas não estamos conseguindo concretizar os resultados", disse Hernanes.

Ranking dos jogadores que mais marcaram nos dez primeiros jogos pelo São Paulo:

1) Reinaldo (2002): oito gols

2) Luis Fabiano (2001 e 2002): sete gols

3) Christian (2005), Chávez (2016) e Hernanes (2017): seis gols

4) Luis Fabiano (2011), Diego Tardelli (2003), Ricardo Oliveira (2006) e Washington (2009): cinco gols

5) Luizão (2005), Amoroso (2005) Thiago Ribeiro (2005-2006), Alex Dias (2006), Adriano (2008), Fernandinho (2010), Ademilson (2012), Alan Kardec (2014) e Cueva (2016): quatro gols

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber