Mais lidas
Esportes

Santos tentará vídeos e psicólogo pra colocar Lucas Lima na linha

.

SAMIR CARVALHO

SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O técnico Levir Culpi conversou novamente com o meia Lucas Lima para tentar corrigir um de seus principais defeitos em campo: reclamações e chiliques contra a arbitragem e, às vezes, até com os companheiros de time. O UOL Esporte antecipou nesta semana que o camisa 10 receberia mais uma bronca do comandante. E foi a segunda vez que isso aconteceu, pois o treinador já o repreendeu por indisciplina durante uma substituição.

A conversa desta semana, aliás, deve ser a última do treinador com Lucas Lima em relação ao excesso de cartões amarelos: são 11 na temporada, muitos por reclamação. Levir Culpi agora apostará em trabalhos de vídeo e até sessões de terapia. A psicóloga do clube, Juliane Fecchio, pode entrar em ação para colocar o meia na linha.

Além de não aprovar a atitude de jogadores que reclamam contra a arbitragem em campo, Levir também se incomoda com atletas que exageram nos tombos quando recebem faltas e, principalmente, dão chiliques contra defensores e juiz depois das infrações sofridas.

Lucas Lima não foi o único repreendido por Levir. O atacante Bruno Henrique também já foi chamado para uma conversa sobre o tema. O comandante santista pediu para que o atacante aprenda a "apanhar calado" em campo. Ele já chegou a comentar com os profissionais do clube que alguns de seus jogadores dão a impressão que o "mundo vai acabar" quando recebem faltas em campo.

Lucas Lima recebeu 11 cartões em 2017, sendo quatro nos últimos seis jogos. O camisa 10 cumpriu suspensão duas vezes no Brasileirão – Atlético-MG (13ª rodada) e Avaí (19ª rodada). Se não bastasse, ele já está pendurado em duas rodadas com dois cartões amarelos. Se receber cartão no clássico Corinthians, o "maestro santista" será desfalque contra o Botafogo, no dia 16, no Engenhão.

Os cartões superam com facilidade os gols marcados pelo jogador. Em 2017, ele só balançou as redes em duas oportunidades. As advertências ainda chegam perto do número de assistências de Lucas Lima na temporada, o seu principal papel dentro da equipe santista.

São 11 cartões contra 15 passes para gols em jogos oficiais do Santos nesta temporada. Os cartões de Lucas Lima atrapalham os planos de Levir Culpi durante os jogos, já que hoje o treinador não tem um substituto à altura para ele no elenco. Vitor Bueno, que poderia ocupar a função, sofreu lesão ligamentar no joelho e só retorna aos gramados em 2018. No último jogo em que Lucas Lima esteve suspenso, Levir Culpi utilizou Jean Mota na armação das jogadas. Na ocasião, o Santos quase não criou jogadas para os atacantes e empatou sem gols com o Avaí, na Ressacada, pela 19ª rodada do Brasileiro.

BARCELONA

O meia Lucas Lima caiu de rendimento após vazar uma suposta negociação entre ele e o Barcelona, da Espanha, em junho deste ano. Até ali, ele caminhava para um dos principais anos de sua carreira, mas depois da confusão seus números despencaram e o atleta tem feito apresentações apagadas com a camisa do Santos.

Foram 20 jogos, 12 assistências e dois gols marcados antes que o "caso Barcelona" ganhasse repercussão mundial. Na ocasião, alguns veículos publicaram sobre um suposto acerto entre o meia e o clube catalão e Lucas Lima chegou a falar que iria para a Espanha em uma roda de pôquer em Santos. O clube da Vila Belmiro chegou a notificar os espanhois e dizer que tinha provas do assédio ao seu camisa 10. Disputa jurídica à parte, Lucas Lima caiu em campo. De junho para cá, o meia disputou 14 jogos, não marcou nenhum gol e só deu quatro assistências.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber