Mais lidas
Esportes

ATUALIZADA - Érika Miranda conquista bronze no Mundial de judô, 1ª medalha do Brasil

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Brasil conquistou sua primeira medalha no Mundial de Judô de Budapeste, na Hungria, nesta terça (29), segundo dia da competição.

A judoca Érika Miranda bateu a kosovar Majlinda Kelmendi —campeã olímpica no Rio e bicampeã mundial— e ficou com o bronze na categoria meio-leve (até 52 kg).

A medalha de ouro ficou com a japonesa Ai Shishime e a de prata com sua compatriota Natsumi Tsunoda; a outra de bronze foi para a russa Natalia Kuziutina.

Com o resultado, Érika tem agora quatro medalhas consecutivas em mundiais (uma prata e três bronzes), mesmo número de Mayra Aguiar (um ouro, uma prata e dois bronzes). As duas são a as maiores medalhistas brasileiras nesse tipo de competição.

"Eu estou muito feliz, apesar de ter sido um bronze. Eu tive um desgosto exatamente um ano atrás nos Jogos Olímpicos do Rio e me desacreditei bastante. Esse bronze é especial", comemorou a judoca, que ficou em quinto lugar na Olimpíada de 2016. Érika venceu suas duas primeiras lutas no Mundial por ippon, contra Tina Easton, da Austrália, e Agata Perenec, da Polônia.

Nas quartas de final, entretanto, foi eliminada pela japonesa Natsumi Tsunoda, também por ippon, e foi para a repescagem, onde venceu a kosovar Distria Krasniqi para poder lutar pelo bronze contra a campeã olímpica.

"O meu jogo bate melhor com atletas com o estilo de luta dela, mais físico, mais força. Eu tenho mais dificuldade com atletas habilidosas como as japonesas", disse sobre a luta que lhe deu a medalha.

Nesta quarta-feira (30), o Brasil será representado por Rafaela Silva e Marcelo Contini, ambos na categoria leve. Rafaela ganhou a medalha de ouro dessa categoria nos Jogos Olímpicos do Rio.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber