Mais lidas
Esportes

Luta com McGregor inflaciona e lota casa de strip de Mayweather em Vegas

.

JORGE CORRÊA

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - É quase impossível pensar em Las Vegas e não vir a mente as suas famigeradas casas de strip-tease. São centenas em um pequeno espaço de cidade, algumas lendárias e eternizadas em filmes e séries de TV. Mas uma, especificamente, está mais animada e agitada nesta semana. Tudo por conta de seu famoso dono, que neste sábado (26), será o astro maior da cidade: Floyd Mayweather.

Como investimento, o adversário de Conor McGregor na aguardada luta abriu a Girl Collection ainda neste ano. Segundo a propaganda feita pelo próprio lutador, o local tem as “mais belas mulheres do mundo”. E como prometeu, o próprio tem aparecido no local durante toda a semana, por volta das 4h da madrugada (8h de Brasília), para confraternizar com amigos, parentes e fãs que estão no local até altas horas.

A casa não é nem de longe a maior do tipo em Las Vegas. Apesar dono ostentador, por lá existem apenas três grandes recintos e conta com apenas 40 garotas trabalhando por noite –as maiores da cidade chegam a ter até 200 stripers por noite. Mas com certeza é uma das mais procuradas da cidade. A lotação vem sendo máxima durante todos os dias da semana.

A sala principal tem um palco e duas enormes traves de pole dance, com mais de 5m de altura, onde as meninas se revezam em danças por duas ou três músicas. O resto não poderia ser mais clichê do que é visto nos filmes: danças individuais, notas de dólar rolando na lingerie e diversos momentos com chuva de dinheiro -claro que sempre com cédulas de 1 dólar.

Em vários momentos o chão do local ficava com um verdadeiro tapete de dinheiro.

Engana-se quem acha que são apenas homens que frequentam o local em busca de entretenimento. Durante essa semana, muitas esposas e namoradas acompanharam os homens. Quando questionadas sobre o motivo de estarem lá, a explicação é quase unânime: curiosidade. Elas queriam conhecer como era uma casa de strip-tease. Nenhuma disse ter ciúme do cônjuge por eles estarem lá observando e muitas vezes tocando as belas moças.

Mas a tamanha procura tem o seu ônus. E ele pesa no bolso. Tudo no local está inflacionada. Vou dar alguns exemplos: para entrar, normalmente, não se paga nada. Já nesta semana, antes das 0h, o preço é 50 dólares. Após as 2h, com a grande chance de encontrar Floyd, o preço pula para 200 dólares. No dia da luta, a entrada custará a bagatela de 300 dólares -mais de R$ 1000.

Seguindo com a inflação de dar inveja a qualquer governo brasileiro: a famosa lap dance -dança individual, digamos assim- custa 40 dólares na Girl Collection. No resto da cidade, dificilmente passa de 20 dólares.

Os telões do local também avisam a todo momento: lá será o local oficial em que o norte-americano vai comemorar sua vitória sobre McGregor – que será a de número 50 de sua carreira invicta se ela vier, de fato, no próximo sábado.

As strippers que conversaram com o blog foram unânimes: é muito melhor ter Mayweather como chefe do que trabalhar em outros locais similares. Para eles, ter o boxeador ao lado ajuda a trazer um público mais seleto (entenda-se: com mais dinheiro). Mais que isso, elas disseram que ele também é muito respeitoso com elas, o que muitas vezes não acontece nesse ramo.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber