Esportes

Sem dar chances a Federer, Zverev vence e conquista Montréal

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O cenário parecia perfeito para Roger Federer. O suíço estava perto de conquistar o 94º troféu da carreira e voltar a ficar bem perto do topo do ranking mundial novamente. Mas o alemão Alex Zverev não deu chances ao rival e conquistou o título do Masters 1.000 de Montréal ao vencer por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 6/4, neste domingo (13).

Federer faz campanha irretocável no ano após vencer dois Masters 1000, em Indian Wells e Miami, além de ter levantado o troféu do Australian Open, de Wimbledon e do ATP 500 de Halle. Mesmo com a derrota, o suíço pode voltar a ser número 1 do mundo na próxima semana em Cincinnati em uma disputa histórica contra Rafael Nadal.

A partida começou complicada para o alemão. Federer conseguiu fazer boas devoluções com seus famosos golpes de slice e deu trabalho para o rival, que conseguiu se recuperar com golpes fortes para manter o serviço.

Federer também teve problema em seu saque no início da partida e cedeu um break ao adversário em uma subida errada à rede. Ele até conseguiu manter o serviço, mas na oportunidade seguinte levou a quebra quando o jogo estava em 2 a 1.

Zverev apostou nas batidas fortes na bola no fundo da quadra e conseguiu quebrar o suíço. Em seguida, abriu 4 a 1. No fim do set, o alemão até bobeou e permitiu que Federer o ameaçasse. Mas conseguiu dois saques fortes e fechou a parcial. No segundo set, o alemão manteve regularidade nos seus saques e venceu por 6/4.