Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

CBF adia licitação para venda de direitos de TV da seleção brasileira

Loading...

ESPORTES

CBF adia licitação para venda de direitos de TV da seleção brasileira

SÉRGIO RANGEL

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A CBF adiou para outubro a licitação pelos direitos de transmissão dos amistosos da seleção até 2022 e pelos jogos do time nacional nas eliminatórias da Copa do Qatar.

Inicialmente, a entidade pretendia anunciar os vencedores neste mês.

Será a primeira vez que a confederação fará uma concorrência para os jogos da seleção -uma das principais fontes de renda da entidade. A intenção dos executivos da CBF é negociar o pacote em diferentes propriedades, como TV aberta, canal fechado, internet, redes sociais e até rádio.

Na quarta (9), a CBF anunciou oficialmente a contratação da agência Synergy Football para assessorar no processo. Com sede na Suíça, a empresa de marketing sediada já trabalhou para a Uefa (entidade que controla o futebol na Europa).

Chefe da Synergy, Patrick Murphy assistiu nesta quinta (10) a convocação da seleção. Ele não deu entrevista.

Já o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, disse que "o mercado está agitado" e justificou a sua decisão.

"Realmente estava na hora de fazer isso [a licitação]. Foi o momento oportuno. Os contratos terminaram e estamos fazendo [o processo]. Tem uma comissão que vai cuidar disso e fizemos uma contratação no mercado para cuidar do assunto", afirmou o dirigente.

Até o ano passado, a Globo transmitia com exclusividade os amistosos da seleção. O contrato da emissora para a transmissão das eliminatórias vai se encerrar em outubro ao final desta edição do torneio.

O pacote que será licitado tem como uma das atrações o confronto contra a Alemanha, em março, marcado para Berlim. A partida será a primeira vez que os dois times se encontram desde a goleada imposta pelos alemães, por 7 a 1, no Mineirão, na Copa de 2014.

Em junho, a CBF não chegou a um acordo com a Globo e produziu e transmitiu os dois amistosos da seleção na Oceania.

Para a partida ser exibida nos canais abertos, a CBF comprou horário na TV Brasil e na TV Cultura. Na TV Brasil, a CBF não poderá veicular os seus patrocinadores.

Ao ser questionado sobre a participação da antiga parceira na concorrência, Del Nero respondeu: "Tenho o maior respeito pela Globo. Tem todas as condições para ter sucesso", acrescentou o cartola.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias