Esportes

Flamengo goleia Palestino e chega às oitavas da Sul-Americana

.

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O Flamengo exorcizou o fantasma chamado Palestino, do Chile —responsáveis pela eliminação rubro-negra na Copa Sul-Americana em 2016. Após vencer por 5 a 2 na ida, os flamenguistas golearam novamente os chilenos na noite desta quarta-feira (9) por 5 a 0, na Ilha do Urubu.

O resultado colocou o Flamengo com tranquilidade nas oitavas de final da Sul-Americana. O sonho de um título continental segue vivo na temporada. O próximo desafio do time rubro-negro na competição será contra a Chapecoense.

O caminho para mais uma goleada foi construído logo cedo. Aos 4 minutos, o atacante Felipe Vizeu mostrou oportunismo ao aproveitar o chute de Willian Arão e desviar a bola para o fundo da rede. Se a missão chilena já era improvável, o gol nos primeiros minutos foi o golpe suficiente para tornar o jogo ainda mais fácil.

Com tranquilidade, o Flamengo entrava na defesa chilena e o segundo gol era questão de tempo. Avançado, o Palestino deixava espaços bem aproveitados pelo time ubro-negro. Em uma dessas jogadas, Geuvânio fez o primeiro gol dele pelo clube carioca. Everton cruzou na medida para o atacante dar um peixinho e vencer o goleiro Melo. O tento foi bastante comemorado pelo camisa 23.

Com 2 a 0 contra no placar, o Palestino ainda tentou avançar e surpreender o Flamengo. Não deu certo e os espaços ficaram ainda maiores no sistema defensivo. Com essa facilidade, o clube rubro-negro construiu a goleada ainda no primeiro tempo. Aos 41 minutos, Everton Ribeiro tocou na saída de Melo. Aos 44 minutos, Willian Arão aproveitou mais um cruzamento de Everton e fez o quarto gol dos cariocas na partida.

Sensação rubro-negra e vendido por R$ 164 milhões ao Real Madrid, o menino Vinicius Júnior fez o primeiro gol como profissional do Flamengo. Ele entrou aos 25 minutos do segundo tempo. Dois minutos depois iniciou a jogada e apareceu para concluir.

O tento de Vinicius Júnior foi bastante comemorado pelos torcedores, que clamaram pela entrada do xodó em campo. Tirando o momento de glória da promessa, o segundo tempo teve pouco a acrescentar.

Com um Flamengo em crise após a demissão do técnico Zé Ricardo e por conta da larga vantagem construída no primeiro jogo, a Ilha do Urubu recebeu o seu menor público desde a inauguração. Com capacidade para pouco mais de 20 mil torcedores, o estádio teve apenas cerca de seis mil espectadores na partida.

No domingo (13), o Flamengo tem pela frente o Atlético-MG, às 16h, no Independência. A partida marca a abertura do segundo turno do Campeonato Brasileiro. Enquanto aguarda o técnico colombiano Reinaldo Rueda, o time rubro-negro será mais uma vez comandado pelo interino Jayme de Almeida.

FLAMENGO

Alex Muralha; Pará, Rhodolfo, Juan e Renê; Márcio Araújo, Willian Arão e Everton Ribeiro (Lucas Paquetá); Everton (Vinicius Júnior), Geuvânio (Berrío) e Felipe Vizeu. T.: Jayme de Almeida (interino)

PALESTINO

Melo; Tapia, Toro e Torres; Arario (Ángel Melo), Fernández, Sandoval (Romo), Gutierrez, Carmona e Cereceda; Roberto Gutierrez. T.: German Cavalieri

Estádio: Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro (RJ)

Cartão amarelo: Fernández (PAL)

Gols: Felipe Vizeu (FLA), aos 4 minutos, Geuvânio (FLA), aos 9 minutos, Everton Ribeiro (FLA), aos 41 minutos, e Willian Arão (FLA), aos 43 minutos do primeiro tempo; Vinicius Júnior (FLA), aos 27 minutos do segundo tempo