Mais lidas
Esportes

Raikkonen assume insatisfação com resultados e não garante permanência na Ferrari

.

LONDRES, REINO UNIDO (UOL/FOLHAPRESS) - Os números de Kimi Raikkonen mostram uma temporada bem melhor do que a do ano passado. Em 2017, foram 116 pontos somados, quatro pódios e a primeira pole position conquistada desde 2008. Mas o finlandês não está satisfeito com seus resultados até aqui. “Pessoalmente, não estou feliz com os resultados. Quero ganhar corridas, quero estar entre os melhores o tempo todo e isso não aconteceu tantas vezes até aqui. Em relação à pilotagem, eu tenho velocidade, então não estou preocupado com isso. Mas é uma questão de colocar tudo em seu lugar”, disse Raikkonen, que está a 76 pontos do companheiro de equipe e líder do campeonato, Sebastian Vettel.

O presidente da Ferrari, Sergio Marchionne, afirmou recentemente que está satisfeito e gostaria de manter a dupla de pilotos para a próxima temporada. Mas Raikkonen não garante sua permanência na escuderia italiana. “Se isso é suficiente para o que for acontecer no futuro? Eu não sei. Veremos em determinado momento. A equipe sabe o que eu quero. No final, eles que devem escolher o que é melhor para eles", avaliou o piloto.

Raikkonen acreditou que poderia voltar a vencer pela primeira vez desde 2013 em alguns GPs desta temporada, especialmente os de Mônaco e Hungria. Contudo, ele sentiu que a Ferrari deu prioridade a Vettel nestas ocasiões. “Meu único objetivo, a única razão para eu estar aqui é ir bem. Não estou aqui para fazer parte, quero estar no topo. Isso depende de várias coisas. Em termos de velocidade, eu tenho, mas não é suficiente se o resto das coisas não acontecem como você esperava", afirmou.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber