Mais lidas
Esportes

Neymar se torna 'garoto-propaganda' do Francês

.

ALEX SABINO, ENVIADO ESPECIAL

PARIS, FRANÇA (FOLHAPRESS) - No sábado (5) à noite, a Torre Eiffel, iluminada, deu as boas-vindas a Neymar, mistura de deferência com o jogador brasileiro e marketing do Paris Saint-Germain. A imagem do atacante com a camisa do PSG se tornou uma esperança para o Campeonato Francês, patinho feio das principais ligas europeias.

Não apenas o futebol do país protagonizou a maior transferência da história do futebol, como tem também um dos principais jogadores do mundo, no auge da forma.

"Precisamos lembrar que o futebol é mais do que um esporte, é uma indústria de entretenimento. Neymar é uma marca global que vai ser o nosso chamariz", diz o diretor da Liga Francesa de Futebol Didier Quillot.

Após a vitória do PSG no Francês, no último sábado (5), até os atletas do rival Amiens, recém-promovido à primeira divisão, louvavam a chegada do atacante. Para Daniel Alves, apenas o anúncio da contratação de Neymar levou o PSG e o Campeonato Francês a um novo patamar.

O Francês é o quinto campeonato nacional em popularidade, arrecadação e audiência na Europa. Fica atrás dos da Inglaterra, Espanha, Alemanha e Itália.

Pelo levantamento da empresa de auditoria Deloitte, em 2015 os clubes franceses movimentaram 1,4 bilhão de euros (R$ 5,2 bilhões) contra 4,4 bilhões de euros (R$ 16,2 bilhões) dos ingleses.

Uma brincadeira comum no futebol europeu é que o futebol francês não passa de um nascedouro de jogadores para os principais torneios nacionais do mundo. Neymar pode mudar isso.

Quando o PSG se interessou por Neymar em 2016 dirigentes do Barcelona e até pessoas ligadas ao jogador consideraram irreal esperar que o atacante deixasse a Espanha para atuar na França.

Doze meses depois, o brasileiro é o maior garoto-propaganda da liga francesa.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber