Mais lidas
Esportes

Após derrota em casa, Jorginho é demitido do Bahia

.

ROBERTO OLIVERA

SALVADOR, BA (UOL/FOLHAPRESS) - Após a derrota em casa por 3 a 1 contra o Sport, no domingo (30), pelo Brasileiro, Jorginho não é mais técnico do Bahia. O clube confirmou a demissão em seu site oficial na tarde desta segunda-feira (31).

O revés na Fonte Nova no clássico nordestino foi a gota d'água para a saída do treinador, que comandou a equipe em 14 partidas, com quatro vitórias, quatro empates e seis derrotas —aproveitamento de 38%.

Com a demissão de Jorginho, deixam o Bahia também o auxiliar técnico Luis Carlos Quintanilha e o preparador físico Joelton Urtiga. Ídolo do clube e bem relacionado com o elenco, o auxiliar Preto Casagrande comandará a equipe no próximo jogo, na quarta (2), contra a Chapecoense fora de casa.

Em nota, o Bahia agradeceu Jorginho pelos serviços prestados e o desejou boa sorte. No embarque da equipe para Santa Catarina, o diretor de futebol do clube, Diego Cerri, pediu cautela na escolha de um novo nome.

"Prefiro não falar nada disso. O Preto Casagrande é um cara que conhece muito bem a equipe, está como auxiliar do clube há muito tempo e tem todas as condições de fazer esse jogo. Não vamos fazer nada acelerado só para dar uma resposta. A gente vai fazer com convicção e trazer um treinador que a gente acha que tem o perfil para seguir o trabalho", afirmou Cerri.

Logo após a queda de Jorginho, dois nomes foram especulados no Bahia: Eduardo Baptista e Antônio Carlos Zago. Segundo apurou a reportagem junto aos treinadores, nenhum dos dois recebeu sondagem oficial do clube ainda. Baptista, porém, é visto com bons olhos e não rechaça a ideia de comandar a equipe.

Jorginho ficou apenas dois meses à frente do Bahia. Ele foi oficializado no dia 1º de junho, após Guto Ferreira aceitar proposta para treinar o Internacional. Depois de duas vitórias nos dois primeiros jogos, não conseguiu repetir o bom desempenho do seu antecessor, perdeu pontos importantes dentro de casa e não resistiu ao mau desempenho e às críticas da torcida.

O Bahia é o 14º colocado no Brasileirão, com 19 pontos, dois acima da primeira equipe na zona de rebaixamento, o Atlético-PR.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber