Esportes

Morte de Tomizawa foi a 46.ª da motovelocidade

Da Redação ·
O acidente que matou neste domingo o piloto japonês Shoya Tomizawa, de apenas 19 anos, é mais um capítulo da longa história envolvendo a falta de segurança na motovelocidade
fonte: datasport.it
O acidente que matou neste domingo o piloto japonês Shoya Tomizawa, de apenas 19 anos, é mais um capítulo da longa história envolvendo a falta de segurança na motovelocidade

O acidente que matou neste domingo o piloto japonês Shoya Tomizawa, de apenas 19 anos, é mais um capítulo da longa história envolvendo a falta de segurança na motovelocidade. Desde a fundação da MotoGP em 1949, já foram registradas 46 mortes.

continua após publicidade

Antes do falecimento do piloto da Moto2 neste domingo, após sofrer queda e ser atropelado por Alex de Angelis e Scott Redding, o adolescente Peter Lenz já havia morrido na semana passada. Com apenas 13 anos, ele caiu da moto e também foi atropelado em competição preliminar da etapa de Indianápolis, nos Estados Unidos.

continua após publicidade

"Nada aconteceu nos últimos dois anos e agora temos duas mortes em apenas duas semanas", lamentou Carlo Pernat, manager dos pilotos Loris Capirossi e Marco Simoncelli. "Dessa vez, era apenas um jovem de apenas 19 anos".

Antes de Tomizawa, o último japonês a morrer durante uma prova foi Daijiro Kato, em 2003, após sofrer acidente em Suzuka e passar duas semanas em coma. A primeira vítima da história foi Reuben Thomas, que faleceu no mesmo ano de fundação da MotoGP.