Esportes

Sem Ronaldo, Corinthians tenta diminuir desvantagem

Da Redação ·

Ainda não foi desta vez que Ronaldo vai ter uma sequência de jogos. Após ensaiar o retorno contra o Vitória, em que atuou por cerca de 1 hora, o Fenômeno será novamente poupado neste sábado, na partida contra o Goiás, às 18h30, no Pacaembu, decisiva para as pretensões do Corinthians de encostar no líder Fluminense, que tem quatro pontos a mais.

continua após publicidade

"Galera, infelizmente não vou jogar amanhã (sábado) contra o Goiás. Mas é certeza que volto quarta, em Curitiba (contra o Atlético-PR)", divulgou o atacante, em seu twitter. "Não estou machucado, só entendemos que era melhor seguir os treinamentos para eu voltar bem."

continua após publicidade

Segundo seu fisioterapeuta, Bruno Mazziotti, a intenção é deixá-lo em condições para que siga atuando em 2011, apesar de o Fenômeno já ter sinalizado várias vezes sobe a possibilidade de parar em dezembro. "Se eu pensasse no final ano como encerramento de carreira, ele poderia jogar mais vezes. Mas meu objetivo é fazer um prolongamento da carreira", disse Mazziotti. "A gente vai trabalhar para repetir 2009, que foi uma temporada de sucesso onde as lesões não ocorreram."

continua após publicidade

Ronaldo foi liberado pelo departamento médico, mas a comissão técnica decidiu que o atacante ainda precisa adquirir mais mobilidade para atuar em um melhor nível. Contra o Vitória, após 112 dias afastado, deu bons passes e compensou a falta de ritmo com empenho. Superou a expectativa de que atuaria apenas por um tempo e foi até os 17 minutos da etapa final.

Adílson Batista evitou polêmicas e manteve o discurso de paciência com o Fenômeno. "Não podemos arriscar uma lesão. Vamos poupá-lo para não perdê-lo, senão ficará mais um mês parado, mais um mês para se condicionar e aí terá acabado o ano."

continua após publicidade

PREOCUPAÇÃO - As comemorações pelo centenário e o tropeço do Fluminense contra o Palmeiras no Rio (empate por 1 a 1) foram motivos de festa para o Corinthians durante a semana, mas o jogo contra o Goiás está longe de um clima festivo. Adílson Batista tem cinco desfalques e terá de escalar uma defesa reserva neste sábado, no Pacaembu.

Além de Ronaldo, não jogam Elias e Chicão, suspensos, e seguem fora os machucados William e Dentinho. O treinador fez mistério na escalação, mas deve iniciar com a dupla Paulo André e Thiago Heleno na zaga. Ralf e Jorge Henrique cumpriram suspensão e retornam.