Esportes

Com a cara dos novos donos, F-1 para o centro de Londres

.

JULIANNE CERASOLI

LONDRES, REINO UNIDO (UOL/FOLHAPRESS) - No maior evento promovido pelos novos donos da Fórmula 1 até agora, as dez equipes da categoria fizeram uma apresentação na região de Trafalgar Square, mudando o cenário da tarde de Londres nesta quarta-feira (12) que antecede o GP da Inglaterra. A apresentação, que contou com todos os pilotos do grid, a exceção de Lewis Hamilton, além do atual campeão Nico Rosberg e de Jenson Button, foi a primeira nas ruas da cidade desde 2004.

A escala do evento, contudo, não teve paralelos: naquela ocasião, apenas três carros estiveram presentes.

Além de carros mais atuais, como a Red Bull campeã de 2011, pilotada por por Daniel Ricciardo, o evento contou ainda com os pilotos do atual grid pilotando carros antigos, como o McLaren de 1993.

O público também pôde participar, podendo fazer trocas de pneus e atividades relacionadas à inovação, além de palestras como dos membros do Dare to be Different (Ouse ser diferente), projeto fundado pela última mulher a participar de uma sessão oficial da F-1, Susie Wolff, para promover a presença feminina em diferentes funções no automobilismo.

O evento teve ainda apresentações ao vivo de artistas britânicos, como o grupo pop Little Mix e a banda Kaiser Chiefs.

Em um reflexo direto da abordagem dos novos donos, que assumiram o controle da F-1 no início deste ano, o evento foi transmitido ao vivo pelo YouTube e pode ter servido como uma prévia de um projeto antigo: fazer de Londres o palco de um GP da Inglaterra disputado nas ruas da cidade. Com Silverstone ativando sua cláusula de quebra de contrato, que vai até 2019, esta possibilidade está novamente aberta.

A tradicional pista que fica a noroeste da capital britânica recebe a prova deste final de semana. Sebastian Vettel é o líder do campeonato, 20 pontos à frente de Lewis Hamilton, vencedor do GP da Inglaterra ano passado.