Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Esportes

ATUALIZADA - Querrey bate Murray em Wimbledon; dupla de Melo avança às semifinais

.

ELIANE SILVA

LONDRES, REINO UNIDO (FOLHAPRESS) - O norte-americano Sam Querrey, 29, já é um intruso nas semifinais de Wimbledon. Nesta quarta-feira (12), ele derrotou o britânico Andy Murray, líder do ranking mundial, por 3 sets a 2, com parciais de 3/6, 6/4, 6/7 (4/7), 6/1 e 6/1.

Agora ele vai enfrentar o croata Marin Cilic, que despachou o surpreendente Gilles Müller, luxemburguês responsável pela eliminação de Rafael Nadal. O jogo destes dois sacadores também foi a cinco sets, com parciais de 3/6, 7/6 (8/6), 7/5, 5/7 e 6/1 para o croata.

Número 28 do mundo, Querrey é o primeiro tenista dos Estados Unidos a chegar a uma semi de Grand Slam desde Andy Roddick em 2009.

Ele também é o primeiro semifinalista estreante de um Grand Slam desde que o austríaco Dominic Thiem alcançou esta fase em Roland Garros no ano passado.

O norte-americano havia chegado à quartas de final em Wimbledon nos dois últimos anos. Em 2016, ele também havia derrubado o então número um do mundo, Novak Djokovic.

Murray sofreu com dores no quadril que atrapalharam seu desempenho sobre a grama nas últimas semanas.

Se o sérvio Djokovic for campeão em Wimbledon, vai roubar a liderança do ranking de seu amigo britânico.

O sérvio enfrenta o tcheco Tomas Berdych, também pelas quartas de final do Grand Slam, ainda nesta quarta-feira. Neste lado da chave também estão o suíço Roger Federer e o canadense Milos Raonic.

MELO AVANÇA

O brasileiro Marcelo Melo, em parceria com o polonês Lukasz Kubot, está agora a duas vitórias do título de duplas de Wimbledon. Nesta quarta, eles bateram os tenistas da casa, os irmãos Neal e Ken Skupisk por 3 sets a 0, parciais de 7/6 (11/9), 6/4 e 6/4 em duas horas e 12 minutos.

Desta vez, o jogo foi mais fácil para Melo e Kubot. Nas duas partidas anteriores, eles precisaram de cinco sets para derrotar seus adversários.

Vencer o tie-break no primeiro set foi decisivo. Boa parte da torcida inglesa que estava apoiando a dupla da casa, deixou, ao final deste set, a quadra 12, uma das maiores entre as secundárias do complexo.

O saque fez a diferença: a dupla brasileira teve aproveitamento de 71%, contra 57% dos adversários.

Para chegar à final, Melo e Kubot vão enfrentar o finlandês Henri Kontinen e o australiano John Peers, parceria que precisou de cinco sets para eliminar Ryan Harrison (EUA) e Michael Venus (Nova Zelândia) por 6/4, 6/7 (7/5), 6/7 (7/4), 7/6 (9/7) e 6/1 em três horas e 17 minutos.

O mineiro Melo, número 3 do ranking de duplas, tem 26 títulos de duplas na carreira, um deles no Grand Slam da França, Roland Garros, em 2015. Seu melhor resultado em Wimbledon foi conquistado em 2013, quando foi vice-campeão ao lado do croata Ivan Dodig, perdendo para os irmãos Mike e Bob Bryan, dos EUA.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber