Esportes

Vascaínos promovem quebra-quebra após derrota para o Flamengo

.

SÉRGIO RANGEL

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Logo após a derrota para o Flamengo em São Januário por 1 a 0 na noite de sábado (8), torcedores do Vasco tentaram invadir o gramado para agredir os jogadores adversários.

Rojões foram lançados pelos vascaínos no campo na direção dos atletas e contra policiais que estavam na arquibancada.

Os flamenguistas e os árbitros foram obrigados a ficar por quase 20 minutos no centro do campo. Depois, tiveram que entrar correndo no vestiário.

Com os torcedores do Flamengo encurralados, os policiais foram obrigados a lançar bombas de efeito moral e usar spray de pimenta para conter os vascaínos.

Dezenas de torcedores foram levados para o posto médio do estádio. Um deles, que tentou invadir o gramado durante o jogo, foi transferido para um hospital. Ele estava desacordado.

"É triste. Isso não é bom para o futebol. O pior é a situação dos torcedores que estão sofrendo nesta bagunça", afirmou o meia Éverton Ribeiro, que marcou o gol da vitória.

Os vascaínos destruíram portões do estádio e entraram em confronto com os policiais também fora do estádio.

Marcelo Viana, delegado da partida, disse que o Vasco deve ser punidos pelas confusão. "As imagens já dizem tudo. Vamos aguardar", disse Viana. A CBF deverá punir o clube nos próximos dias.

A vitória do Flamengo é a primeira sobre o Vasco em São Januário em 44 anos.