Facebook Img Logo
Mais lidas
Esportes

Atlético-MG decepciona e perde de bolivianos na Libertadores

.

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - Foram quase dois meses de espera entre o final da primeira fase e o início das oitavas de final da Copa Libertadores. Depois de tanto tempo e muita expectativa criada, o Atlético-MG teve uma atuação decepcionante diante do Jorge Wilstermann.

Jogando no Estádio Félix Capriles, em Cochabamba, na Bolívia, o time mineiro perdeu por 1 a 0. O atacante Álvarez marcou de bicicleta o único gol da partida.

Com o resultado, apenas uma vitória por dois ou mais gols de diferença é suficiente para o Atlético avançar às quartas de final da Libertadores. Vencer por 1 a 0 leva a decisão da vaga para os pênaltis. A partida de volta está marcada para o dia 9 de agosto, no Independência, em Belo Horizonte.

A derrota interrompe uma boa sequência da equipe de Roger Machado. O Atlético-MG vinha de boas atuações, com vitória nas últimas três partidas -pelo Campeonato Brasileiro e pela Copa do Brasil.

O resultado ruim do Atlético-MG teve em Robinho seu espelho. O atacante errou praticamente tudo o que tentou na partida disputada na Bolívia. Ele encontrou dificuldade para dominar a bola, passes errados e faltas cometidas.

Quase nada deu certo para Robinho, que apareceu bem apenas aos 20 minutos, quando conseguiu driblar o zagueiro Zenteno, mas chutou para fora. Muito mal no jogo, o camisa 7 ficou em campo por apenas 45 minutos, dando lugar para Valdívia, que voltou com o time após o intervalo.

Os primeiros minutos de jogo não foram de sufoco para o Atlético. Mas com o passar do tempo, sem o ataque conseguir segurar a bola, o Jorge Wilstermann passou mais tempo perto da área defendida pela defesa alvinegra. Até que aos 40 minutos um apagão geral do time permitiu que Bergese finalizasse na frente de Victor. Gabriel ainda conseguiu evitar o gol, mas no rebote, dentro da pequena área, Álvarez marcou de bicicleta.

Na etapa final, com as mudanças feitas por Roger, especialmente as entradas de Valdívia e Otero, nos lugares de Robinho e Elias, respectivamente, o Atlético passou a ficar mais tempo com a bola. Porém, pouco o Atlético conseguiu criar. Tanto que a chance mais clara de gol foi um cruzamento de longe, de Alex Silva, e que Rafael Moura cabeceou a bola na trave.

JORGE WILSTERMANN

Raúl Olivares; Omar Morales, Alex Silva, Edward Zenteno, Juan Pablo Aponte; Marcelo Bergese (Carlinhos), Fernando Saucedo, Cristhian Machado, Serginho (Ortiz), Rudy Cardozo; Gilbert Álvarez (Pedriel). T.: Roberto Mosquera

ATLÉTICO-MG

Victor; Alex Silva, Bremer, Gabriel, Fábio Santos; Rafael Carioca, Yago, Elias (Otero), Cazares; Robinho (Valdívia), Fred (Rafael Moura). T.: Roger Machado

Estádio: Félix Capriles, em Cochabamba (Bolívia)

Juiz: Daniel Fedorczuk (Uruguai)

Assistentes: Richard Trinidad e Carlos Pastorino (ambos do Uruguai)

Cartões amarelos: Zenteno (Jorge Wilstermann); Yago e Fred (Atlético-MG)

Gol: Gilbert Álvarez aos 40min do primeiro tempo

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber