Mais lidas
Esportes

STJD revoga interdição e libera Serra Dourada após pancadaria em clássico

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Serra Dourada está novamente liberado. O vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, Paulo César Salomão Filho, revogou na noite desta quarta (5) a interdição do estádio, palco de briga e confusão generalizada no clássico entre Goiás e Vila Nova, pela décima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

"Após recebimento de laudos e documentos que comprovam medidas tomadas, o auditor liberou o estádio para receber novas partidas de futebol", diz o comunicado do STJD.

A confusão aconteceu no jogo do dia 24 de junho. Além do confronto de torcedores dentro do Serra Dourada, quando parte das torcidas dos dois times se encaminhou ao setor de geral e protagonizou um conflito violento, um torcedor com o uniforme de uma organizada do clube Goiás foi assassinado antes do duelo, a caminho do local da partida.

No dia 28 de junho, o presidente do STJD, Ronaldo Botelho Piacente, deferiu o pedido de interdição da Procuradoria até que fossem adotadas medidas capazes de impedir o acesso de torcedores a geral e criar setores para divisão das torcidas organizadas. Ele condicionou a liberação do Serra Dourada à vistoria da CBF com laudos obrigatórios para o pleno funcionamento do estádio e segurança dos torcedores e público em geral.

Após a decisão, o Goiás entrou com pedido de reconsideração no STJD e juntou relatório de vistoria do estádio onde informava que um inspetor da CBF, juntamente com órgãos de segurança estadual (Polícia Militar e Corpo de Bombeiros), realizaram vistoria do Serra Dourada atestando ter sido instalada barreira física que impede o encontro de torcedores rivais. Além disso, foi apresentado laudo do órgão estadual responsável pela administração do estádio atestando que o local tem condições plenas de receber partidas de futebol sem risco à integridade física dos torcedores.

Na ausência de Ronaldo Botelho Piacente, o Auditor Paulo César Salomão Filho, presidente em exercício, revogou a interdição do Serra Dourada por entender que 'não mais subsiste as razões estabelecidas no deferimento da liminar'.

Goiás e Vila Nova perderam cinco mandos de campo por conta da pancadaria e terão de jogar a uma distância de 200 km de Goiânia.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber