Mais lidas
Esportes

Massa diz que poderia ter vencido em Baku e comenta faícas entre Vettel e Hamilton

.

LONDRES, REINO UNIDO (UOL/FOLHAPRESS) - Felipe Massa já estava desolado quando abandonou o GP do Azerbaijão quando estava na terceira posição e assistiu, já fora do carro após uma quebra de amortecedor, aos problemas que tiraram os líderes Lewis Hamilton e Sebastian Vettel das primeiras colocações, o que lhe daria a chance da primeira vitória desde o GP do Brasil de 2008. “Houve um momento no GP do Azerbaijão em que pensei que seria uma das corridas mais memoráveis da minha carreira. Mas, ao invés disso, acabei na lista dos que abandonaram e com zero pontos em uma prova em que tinha a chance de conquistar um grande resultado”, revelou o brasileiro em sua coluna no Motorsport.com.

O chefe de Massa, Paddy Lowe, diretor técnico da Williams, concorda com seu piloto. “Vimos o que aconteceu com Lewis e Sebastian. Pensando nisso, Felipe poderia estar liderando a corrida e terminando em primeiro. Ele teria a performance para segurar quem vinha atrás.”

Massa, que largou em nono, logo viu que poderia ter um bom resultado em uma prova bastante movimentada em Baku. “Após as primeiras voltas, percebi que poderia começar a pensar em algo mais do que terminar nos pontos. Passei as duas Force India e Kimi Raikkonen com facilidade e estava em terceiro atrás de Lewis Hamilton e Sebastian Vettel quando a corrida foi paralisada”, disse. “Claro que eu não sabia o que aconteceria com eles, e tinha certeza que, na relargada, eles iriam desaparecer na minha frente. Mas a ideia de estar no pódio me deixava muito feliz. Mas quando voltamos à pista, imediatamente senti que algo não estava funcionando bem no carro. Esperava que pudéssemos resolver, mas logo vi que era uma quebra que acabaria com minha corrida.”

HAMILTON X VETTEL

Massa comentou, ainda, sobre o incidente entre os rivais. “Apesar da possibilidade de que Lewis poderia estar muito lento e ter pego Sebastian de surpresa, fiquei um pouco surpreso com sua reação.”

A prova acabou vencida por Daniel Ricciardo, que largou em décimo lugar, ao lado de Massa.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber