Mais lidas
Esportes

ATUALIZADA - Santos empata com a Ponte Preta e perde chance de entrar no G4

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Santos perdeu a chance de entrar no grupo dos quatro melhores do Campeonato Brasileiro. A equipe ficou no 0 a 0 com a Ponte Preta neste sábado (17), no Pacaembu. Ficou em quinto, com 13 pontos. Com 11, o clube campineiro está em sétimo.

A equipe de Levir Culpi também não aproveitou a chance de manter a boa sequência. Depois de vitórias sobre Botafogo, Atlético-PR e Palmeiras, poderia ganhar quatro seguidas pela primeira vez em 2017. Não aconteceu.

O Santos começou bem a partida, especialmente com as jogadas de Bruno Henrique pela esquerda. Ele poderia ter aberto o placar logo aos quatro minutos, quando recebeu passe de Lucas Lima dentro da área. Aranha salvou a Ponte Preta com os pés.

O meia-atacante santista levou vantagem quando partiu com a bola dominada contra a marcação. Mas pecou no passe ou finalização. Não conseguia encontrar um atacante na área para chutar. Faltou a presença de área de Ricardo Oliveira, lesionado. Kayke, autor de três gols nas duas partidas anteriores, não apareceu bem no primeiro tempo.

Emerson Sheik travou duelo com Jean Mota e o pontepretano trocou de lado para tentar ser mais acionado. Todas as vezes que o Santos criou uma chance para marcar, os visitantes responderam à altura. Após a oportunidade perdida por Bruno Henrique, Vanderlei teve de travar o arremate de Elton. No minuto seguinte ao cruzamento de Copete em que Rodrigo evitou que a bola chegasse a David Braz, Sheik lançcou Lucca em velocidade. O atacante tentava entrar na área, quando Lucas Veríssimo conseguiu fazer o corte.

A partir dos 20 minutos, a partida caiu de rendimento. O Santos acertou a marcação e a Ponte Preta anulou Lucas Lima, o que limitou a criação do adversário.

Aos 39 minutos, aconteceu o lance mais polêmico da partida. Em cobrança de falta de Lucca, David Braz fez gol contra. A arbitragem parou a jogada por impedimento de Elton, que participou da jogada ao subir para cabecear.

No começo do segundo tempo, Lucas Lima se livrou da marcação e, voltando à defesa para buscar a bola, deu novamente o ritmo do ataque santista. Assim deu passes para Copete e Kayke finalizarem em condições para marcarem. Os dois falharam. Kayke acertou a trave aos 14, já que Bruno Henrique continuava conseguindo chegar à linha de fundo para fazer cruzamentos.

Como os lançamentos não resolviam, Lucas Lima tentou resolver pessoalmente aos 21, em cobrança de falta em que a bola roçou a rede por fora. Depois arrematou da entrada da área. A Ponte Preta recuou, o Santos foi para cima e, quando a bola caía nos pés de Lima ou de Bruno Henrique, as jogadas aconteciam, mas o gol, não.

A entrada de Vladimir Hernandez, pedida pela torcida no Pacaembu, seria para dar velocidade pelo lado direito, mas o colombiano quase não pegou na bola.

Público: 19.984

Renda: R$ 513.190,00

Cartões amarelos: David Braz, Thiago Maia e Bruno Henrique (S); Rodrigo, Jeferson e Luan Peres (P)

SANTOS

Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Copete (Vladimir Hernández), Bruno Henrique e Kayke. T.: Levir Culpi

PONTE PRETA

Aranha; Jeferson, Marllon, Rodrigo e João Lucas (Luan Peres); Fernando Bob, Elton e Renato Cajá (Wendel); Claudinho (Lins), Emerson Sheik e Lucca. T.: Gilson Kleina

Local: Pacaembu

Juiz: Igor Junio Benevenuto (MG)

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber