Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Esportes

ATUALIZADA - Letã de 20 anos repete feito de Guga com vitória em Roland Garros

.

ELIANE SILVA

PARIS, FRANÇA (FOLHAPRESS) - No ano em que se comemora os 20 anos da primeira vitória de Gustavo Kuerten em Roland Garros, uma tenista da Letônia de 20 anos repete a história do brasileiro e surpreende o mundo.

Jelena Ostapenko entrou no torneio como a 47ª do mundo e saiu com o troféu de campeã neste sábado em Paris e um acréscimo de 2,1 milhões de euros (cerca de R$ 7,72 milhões) em sua conta bancária.

Ela venceu de virada a favorita Simone Halep, número 4 do ranking mundial, por 4/6, 6/4 e 6/3 na quadra central de saibro mais famoso do circuito.

Até então, a jovem tenista nunca havia vencido um torneio de simples da WTA, embora tenha sido finalista três vezes: Quebec (2015), Doha (2016) e Charleston (2017). Assim como Guga, Jelena vai ser recebida como heroína em seu país. Nenhum jogador da Letônia, homem ou mulher, jamais venceu um torneio de Grand Slam.

O público lotou a quadra central, munido de chapéu (acessório de nove entre dez pessoas das arquibancadas mais próximas da quadra) ou boné (mais ostensivo na parte superior, onde os ingressos são mais baratos) para suportar o forte sol e calor de 27 graus em Paris.

A maioria torceu ruidosamente por Ostapenko, embora houvesse muitas bandeiras da Romênia nas arquibancadas.

"Gustavo Kuerten ganhou seu primeiro título de Roland Garros exatamente no dia em que nasci. Era meu sonho repetir essa história, mas eu ainda não acredito... Estou muito feliz! Amo vocês", disse a campeã ao público logo após o jogo mais importante de sua vida.

Na sequência, agradeceu a sua mãe, à treinadora, a espanhola Anabel Medina, e a toda sua equipe. Entre as mulheres, a letã foi a primeira tenista não cabeça-de-chave a triunfar em Roland Garros desde 1933, quando a vitória foi da britânica Margaret Scriven. Guga, quando ganhou em 1997, era o 66º do mundo.

AGRESSIVIDADE

Ostapenko construiu sua vitória com muita garra, agressividade (chegou a entrar na quadra para receber o primeiro saque muitas vezes), três aces contra nenhum da adversária e paralelas precisas na esquerda e na direita que, muitas vezes, desequilibraram Halep. A romena, que demonstrou sua irritação jogando a raquete ao chão (e recebendo vaia por isso), venceu o primeiro set com uma quebra de saque providencial no décimo game.

No segundo set, a vitória parecia próxima para Halep, que abriu 3 a 0. Após perder vários pontos jogando a bola na rede, Ostapenko voltou para o jogo e devolveu a quebra no sétimo game com dois belos voleios. Na comemoração, chamou o apoio da torcida. Na sequência, mais duas quebras de saque,uma de cada tenista. No décimo game, energizada por uma ola da torcida que percorreu as arquibancadas duas vezes, a letã fechou o set em 6/4.

No último set, o jogo estava bem equilibrado até o quarto game, quando Halep quebrou o saque de Ostapenko e fez 3 a 1. A jovem tenista, no entanto, devolveu a quebra no sétimo e nono games, castigando Halep com seu backhand, e fechou a partida com uma bola vencedora, sua 54ª na partida, no primeiro match point do jogo em exatos 1h59 de jogo.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber