Facebook Img Logo
Mais lidas
Esportes

De virada, sensação letã faz história e é campeã de Roland Garros

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A final feminina de Roland Garros deste sábado (10) foi marcada pelo duelo de duas realidades diferentes no tênis e história feita em quadra. Foi o duelo da favorita Simona Halep contra a sensação da competição Jelena Ostapenko. A atleta de 20 anos da Letônia, que já havia conquistado muitos feitos inéditos na França realizou mais um, desta vez o maior do seu país no esporte, e se sagrou campeã por 2 sets a 1 de virada (parciais de 4-6, 6-4 e 6-3). “Tenho apenas 20 anos e não posso acreditar. Eu amo esse lugar e a torcida. Estou muito feliz”, disse Ostapenko sem conseguir parar de rir depois da partida. Guga também foi lembrado pelo repórter de Roland Garros. A letã tem 20 anos e há 20 anos o brasileiro foi campeão na França.

Simona Halep é a quarta colocada no ranking da WTA e teve a experiência a seu favor. Enquanto isso, a quantidade de feitos de Jelena Ostapenko em Roland Garros mostra o porquê de todos estarem surpresos com a letã.

Apesar de ser 47ª no ranking, Ostapenko se tornou a primeira tenista que não era cabeça-de-chave a chegar à decisão do Grand Slam desde 1983; foi a primeira letã da história a chegar à decisão de um Grand Slan e é a tenista com o menor ranking a chegar a uma final do torneio francês.

Ostapenko também é a tenista mais jovem a chegar à final de um Grand Slam desde que Caroline Wozniacki decidiu o US Open de 2009 com apenas 19.

O estilo agressivo de Ostapenko não foi o suficiente para vencer o primeiro set. A letâ tentava ser imprevisível e chegou a criar muita dificuldade para Halep, mas arriscou demais, apesar de dar trabalho. Forçando muito, jovem de 20 anos errou bastante. A etapa inicial terminou com 23 erros não forçados de Ostapenko contra apenas 2 da romena.

Simona Halep entrou bem diferente para o segundo set, buscando decidir o título sem levar o jogo muito além. Com experiência, apostando nas bolas longas e nos contra-ataques, a romena logo abriu 3 a 0. Quando parecida que Ostapenko se entregaria e o título ficaria mesmo com a romena, uma surpresa.

A atleta letã no entanto, não desistiu, conseguiu fazer 3 a 1 e em seguida ainda quebrou o saque da romena para deixar a partida mais disputada. Entre a ousadia e o bom-senso, Ostapenko virou a partida e fechou o segundo set levando o jogo para o desempate.

Mesmo com toda a experiência e quase no topo do ranking mundial, Halep estava dependente da adversária de 20 anos no jogo. Ostapenko até poderia ter fechado a conta do jogo antes se não errasse tanto. No segundo set foram 18 erros contra 4 da adversária.

O terceiro set também foi game a game, como os outros dois. Halep começou a atacar bastante com a bola alta, dificultando para Ostapenko, apesar das grandes devoluções da letã.

Ostapenko também contou com a sorte para virar o segundo set para 4 a 3. A bola do game ia para fora, bateu na sustentação da rede e caiu dentro. O 5 a 3 foi ainda mais rápido, com Ostapenko se impondo. Na frente do jogo, Halep não conseguiu mais se recuperar e a letã venceu por 6-3.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber