Esportes

Benfica confirma venda de Ederson ao Manchester City por R$ 145 milhões

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Benfica confirmou, em um comunicado enviado à CMVM (Comissão do Mercado de Valores Mobiliários) de Portugal e depois publicado em seu site oficial, que chegou a um acordo com o Manchester City para ceder o goleiro brasileiro Ederson por 40 milhões de euros (cerca de R$ 145 milhões). O clube inglês ainda não anunciou oficialmente o reforço.

O comunicado, enviado pelo clube ao órgão português equivalente à CVM (Comissão de Valores Mobiliários) do Brasil, ratifica os valores que estavam sendo divulgados para a operação.

Em valor bruto, é a maior transferência de um goleiro na história, superando os 38,7 milhões de euros que a Juventus pagou por Buffon ao Parma em 2001. Porém, na ocasião, o time de Turim também cedeu os direitos federativos do Jonathan Bachini, que estavam avaliados em 15,5 milhões. Com a soma destes valores, Buffon segue sendo o goleiro mais caro da história do futebol.

O Benfica foi acionado pela CMVM por conta dos altos valores que estavam sendo especulados na transação. Confirmados os 40 milhões de euros (cerca de R$ 145 milhões), o São Paulo, por ter participado da formação, deve receber uma quantia que deve girar na casa dos R$ 2,8 milhões. No texto enviado ao órgão, o Benfica ainda revela que 50% do montante que será pago pelo Manchester City será encaminhado para "terceiros".

Com a confirmação por parte do Benfica, ainda nesta quinta-feira (1º) o Manchester City deve fazer o anúncio. Na última quarta-feira, o jornal "A Bola" publicou que Ederson já assinou seu contrato com o City e o novo vínculo tem cinco anos de duração. Flagrado nas instalações do clube inglês na última terça (30), o jornal também informou que o goleiro brasileiro já retornou a Lisboa, em Portugal.

"Estou muito feliz, as primeiras impressões foram muito boas", disse Ederson ao desembarcar na capital portuguesa em declarações à "A Bola".

Ederson, de 23 anos, chegou em Portugal em 2010, vindo das divisões de base do São Paulo. Sobrinho de Artur Moraes, ex-Benfica e agora na Chapecoense, o jovem desembarcou na base do time encarnado.

Depois disso, passou pelo modesto Ribeirão e, em seguida, pelo Rio Ave, que defendeu por três anos, até, em meados de 2015, acertar o retorno ao Benfica, onde defendeu o time B, foi reserva da equipe principal e roubou a posição de Julio César para virar titular.

Veja o comunicado do Benfica:

"A Sport Lisboa e Benfica - Futebol, SAD informa, nos termos e para o efeito do disposto no artigo 248º do Código dos Valores Mobiliários, que chegou a acordo com a Manchester City Football Club Limited para a transferência a título definitivo dos direitos do atleta Ederson Santana de Moraes pelo montante de 40.000.000 de euros (quarenta milhões de euros), existindo o compromisso de entregar 50% da mais-valia obtida nesta transferência a terceiros".