Mais lidas
Esportes

Luxa 'rasgou elogios' a Diego Souza, diz vice do Sport

.

ROBERTO OLIVEIRA

RECIFE, PE (UOL/FOLHAPRESS) - Profissionais de personalidade forte, Vanderlei Luxemburgo e Diego Souza são velhos conhecidos e irão reeditar no Sport parceria que acumula altos e baixos durante as passagens da dupla por Palmeiras e Atlético-MG.

Agora na Ilha do Retiro, a trajetória de ambos volta a confluir com um objetivo comum: a conquista de títulos. Em sua quarta temporada no Recife, Diego é tratado como ídolo pela torcida rubro-negra, foi convocado por Tite à seleção brasileira, mas ainda não consagrou-se campeão no clube. Já Luxa tenta dar a volta por cima após uma série de trabalhos com resultados aquém do esperado e um ano longe do futebol.

"Durante as conversas, ele [Vanderlei] rasgou elogios ao futebol de Diego Souza", afirmou à reportagem o vice-presidente do Sport, Gustavo Dubeux, pouco depois do anúncio da contratação de Luxemburgo.

Diego e Luxa trabalharam juntos pela primeira vez no Palmeiras, em 2008, quando viveram o primeiro bom momento: a conquista do Campeonato Paulista. Ao decorrer daquele ano, o técnico foi um fator decisivo para a liberação de Valdívia -com quem se desentendeu- e apostou no meia brasileiro para liderar tecnicamente a equipe.

Prestigiado por Luxemburgo, Diego teve uma série de boas atuações, foi convocado por Dunga à seleção brasileira para as Eliminatórias da Copa e o Palmeiras classificou-se à Libertadores.

Chegou 2009, e o Palmeiras foi eliminado pelo Santos no Campeonato Paulista, com Diego sendo expulso e protagonizando entrevero com o zagueiro Domingos. Na ocasião, Luxa defendeu o jogador, mas ele já não vinha repetindo as boas atuações. No meio do ano, o Palmeiras foi eliminado na Libertadores e, dez dias depois, Luxemburgo foi demitido do clube.

PASSAGENS

A dupla se reencontrou no Atlético-MG em meados de 2010. À época, Diego colocou Luxemburgo como um dos motivos para aceitar a transferência para o time mineiro, mas eles não conseguiram reviver os bons momentos. Luxa chegou a barrar o meia em algumas partidas e o jogador só conseguiu retomar sua melhor forma após a saída do treinador.

O último episódio da relação entre o novo treinador e o craque do Sport aconteceu em 2015, quando Vanderlei treinava o Flamengo. Após 2 a 2 no Maracanã pelo Brasileirão, Diego desabafou, reclamando de suposta falta de fair play dos adversários no gol de empate do Fla.

"Depois que estávamos ganhando, ele [o árbitro] começou a marcar um monte de faltinha perto da área. Faltou fair play e nós fomos punidos. Mas parabéns para eles. Lembrando que tem volta, eles irão jogar lá [na Ilha]. "

Ao que Luxemburgo respondeu ironizando: "Diego Souza é atleta profissional. Está vestindo a camisa do Sport e colocaram ele para fazer aquilo ali. O bate-boca foi em questão de fair play. Os jogadores do Sport começaram a cair. Cadê o fair play? Depois ele disse que tem volta. Futebol tem volta, tem ida, tem uma porção de coisas".

Técnico e jogador voltam a se encontrar nesta terça-feira (30), quando Luxemburgo chegará no Recife para acompanhar o treino do Sport e ser oficialmente apresentado no CT do clube.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber