Mais lidas
Esportes

Flamengo atrasa envio de documentos, e CBF veta clássico na Ilha

.

BERNARDO GENTILE, PEDRO IVO ALMEIDA E LEO BURLÁ

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O Flamengo sofreu um duro golpe nos bastidores nesta terça-feira (30). Após lutar e conseguir a liberação do Corpo de Bombeiros, o clube perdeu o prazo -segundo a CBF- para levar o jogo contra o Botafogo para a Arena da Ilha.

Os documentos necessários só vieram após às 19h, quando a CBF já havia encerrado o expediente. Assim, o clássico está mantido para o estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

Em contato com a reportagem, a Confederação informou que "até 21h não havia recebido [os laudos] e o jogo está mantido [para Volta Redonda], conforme calendário já anunciado".

Ainda de acordo com a entidade, não foram entregues os laudos de segurança (Polícia Militar) e de Prevenção e Combate a Incêndio e Pânico (Corpo de Bombeiros).

O Flamengo se reuniu com os órgãos competentes durante todo o dia para conseguir todos os laudos necessários. Após isso, por volta das 19h30, teria que enviar os documentos para a CBF. Mas foi nesse momento que o time rubro-negro não conseguiu fazer valer sua vontade.

Internamente, o Flamengo não esconde seu desconforto com a situação e entende que a CBF não estipula um horário como prazo em seu Regulamento Geral e Competições. O clube ainda não se posicionou oficialmente sobre o caso.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber