Mais lidas
Esportes

Takuma Sato vence 500 milhas; Alonso vai bem, mas carro quebra

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - As 500 milhas de Indianápolis, uma das provas mais tradicionais do automobilismo mundial, garantiu a emoção deste domingo (28) com muitas ultrapassagens, um acidente espetacular, participação especial do piloto espanhol Fernando Alonso e a vitória do japonês Takuma Sato, da Andretti.

A grande atração da 101ª edição da prova foi a presença de Alonso, que deixou de correr o GP de Mônaco de Fórmula 1 neste mesmo domingo para participar da etapa da Indy.

O espanhol largou na quinta posição do grid, a bordo da McLaren Andretti. E foi ironizado pelo colega de F-1 Lewis Hamilton por isso.

Durante a prova o piloto parecia um veterano em circuitos ovais, ficando em primeiro em várias oportunidades. Mas, faltando 21 voltas para o fim, o motor Honda da Andretti quebrou e ele teve que abandonar a corrida. Mesmo assim, foi aplaudido de pé pelos presentes na arquibancada.

Mario Andretti, dono da equipe pela qual Alonso correu, agradeceu pelo Twitter a presença do piloto: "Sinto muito, Fernando. Você deu um show este mês, dentro e fora do carro. Muito impressionante. Volte novamente".

O melhor brasileiro na largada foi Tony Kanaan, da Chip Ganassi, em terceiro. Ele terminou a corrida em décimo. Já o tricampeão das 500 milhas (2001, 2002 e 2009), Helio Castroneves, da Penske, largou em 19ª, mas fez uma grande prova de recuperação. Na metade das 200 voltas esteve na liderança e por ela brigou até a última volta. No fim, ficou em segundo, superado por Sato.

EMOÇÃO E SORTE

Um acidente impressionante assustou a todos. Scott Dixon, que largou na pole, atingiu o carro de Jay Howard, foi catapultado, sobrevoou o carro do brasileiro Helio Castroneves e bateu nas barreiras próximas ao alambrado. Mesmo após o choque, que destruiu sua Ganassi, o piloto neozelandês saiu caminhando para os boxes.

Com isso, a bandeira vermelha foi dada na volta 55 para que a equipe de limpeza entrasse na pista para retirar os detritos da batida.

Corrida reiniciada, a troca dos pilotos nas primeiras posições foi constante. Ao final da volta de número 200, Takuma Sato tornou-se o primeiro piloto japonês a ganhar as 500 milhas de Indianápolis.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber