Mais lidas
Esportes

Inter confirma indício pós-derrota e demite Antonio Carlos Zago

.

JEREMIAS WERNEK

PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) - Antonio Carlos Zago, 48 anos, não é mais técnico do Internacional. Um dia depois de indicar a saída, o clube gaúcho confirmou sua decisão e informou ao treinador de sua posição. A demissão foi consumada neste domingo (28), na esteira da primeira derrota na Série B.

O anúncio oficial veio pouco depois da reunião, no final da manhã. Em nota no site oficial, o Inter ainda informou que o auxiliar técnico Galeano e o preparador físico Carlos Pacheco também deixam o clube.

No sábado, o Colorado perdeu para o Paysandu fora de casa. Logo após o jogo, a diretoria criticou o desempenho da equipe e se negou a dizer se Zago seguia no cargo.

A demissão virou fato consumado depois do desembarque da delegação. O departamento de futebol organizou uma reunião com o presidente Marcelo Medeiros, que não viajou até Belém. No encontro, houve avanço na ideia de mudança. Pela manhã, a demissão foi consumada.

Zago deixa o Internacional após cinco meses. No período, ele dirigiu o time em 30 jogos com 57,7% de aproveitamento. Foram 14 vitórias, 10 empates e seis derrotas com 47 gols marcados e 27 gols sofridos.

Contratado após boa temporada no Juventude, com direito a vice do Gauchão e campanha histórica na Copa do Brasil, Antonio Carlos Zago levou o Inter à final do estadual e perdeu o título nos pênaltis para o Novo Hamburgo.

O grande mérito do treinador, contudo, foi ter empatado o Gre-Nal da fase de classificação do Campeonato Gaúcho em plena Arena. Depois de sair perdendo, o Inter virou e cedeu o empate em falha de Danilo Fernandes.

Outro ponto alto da trajetória de Zago foi o confronto com o Corinthians, pela Copa do Brasil. Após dois empates em 1 a 1, o Colorado eliminou o rival paulista nos pênaltis fora de casa.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber