Mais lidas
Esportes

Luan se mantém decisivo no Grêmio mesmo sem artilharia

.

JEREMIAS WERNEK

PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) - Luan foi artilheiro do Grêmio em 2016, mas neste ano mudou seu papel dentro do time. Com Miller Bolaños e Lucas Barrios em alta, o camisa 7 passou a ter uma missão mais ampla. Dono de quatro assistências e sete gols, ele tem participação em 49% dos gols do time gaúcho e se consolida como peça-chave no setor ofensivo.

No ano passado, Luan marcou 12 gols. Nesta temporada, ele deixou de ser o grande finalizador do time e ganhou mais liberdade. A nova função tem dado certo e os números atestam isso.

O Grêmio marcou 39 gols nos jogos em que Luan participou. Além dos gols dele mesmo, o camisa 7 ainda deu assistências e também participou de outras oito jogadas que terminaram na rede do adversário. A taxa de participação é alta nos 19 jogos.

Com Miller Bolaños e Lucas Barrios perto do gol, e brigando pela artilharia (um tem oito gols e o outro dez), Luan passou a ser mais cerebral, participando ainda mais da construção das jogadas ao lado de Ramiro e Léo Moura ou dando opção para Pedro Rocha. Mais recentemente, com Arthur no time titular, o camisa 7 também ganhou outro colega para criar chances aos atacantes.

Durante sete jogos, Luan passou em branco. Sem os gols, chegou a ouvir algumas vaias na Arena. A cobrança não abalou a confiança da comissão técnica e do elenco, que trataram de dar apoio e blindar o jovem.

"O torcedor às vezes pega um pouquinho a mais no pé de um jogador por saber que o jogador pode render mais. O Luan não vinha jogando mal, mas estava perdendo alguns gols. Mas ele não se entrega, briga sempre, até o fim. Ajuda a equipe o tempo todo e é isso que a gente quer. Ele voltou a fazer gol na última partida. É um jogador importante para a gente, para o time", defendeu Renato Gaúcho.

O gol diante do Atlético-PR, no último domingo, tirou o peso do jejum e aumentou a taxa de participação na efetividade do Grêmio. Nesta quinta-feira (25), contra o Zamora (VEN), Luan tem nova chance de comprovar as estatísticas e seguir sendo decisivo. Por que nem só de gols vive o homem da camisa 7 do Grêmio.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber