Mais lidas
Esportes

Flamengo sofre diante do Atlético-GO, mas avança na Copa do Brasil

.

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Uma semana depois do vexame da eliminação precoce na Copa Libertadores, o Flamengo espantou a zebra com muito sofrimento e garantiu a vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira (24), o time carioca teve a sua pior atuação no ano, mas venceu o Atlético-GO por 2 a 1, no Serra Dourada —a partida de ida terminou empatada por 0 a 0.

Guerrero e Matheus Sávio fizeram os gols do Flamengo, enquanto Jorginho marcou para os donos da casa. O jovem da base rubro-negra teve uma noite de redenção depois de ser eleito pela torcida o vilão no vexame da Libertadores. Os cariocas aguardam o complemento da fase eliminatória para conhecer o próximo adversário em sorteio na CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

Por conta dos desfalques, o Flamengo entrou em campo com uma formação curiosa em razão das presenças de quatro laterais no time titular. Pará, Renê, Trauco e Rodinei foram escolhidos pelo técnico Zé Ricardo. Os dois primeiros fizeram a função tradicional, enquanto Trauco trabalhou pelo lado esquerdo do ataque, da mesma forma que Rodinei pela ponta direita.

Embora diante de um adversário reconhecidamente inferior, o Flamengo pisou o gramado do Serra Dourada com o peso de garantir a classificação para evitar a instalação definitiva da crise. O gol de Guerrero foi fundamental para isso. Aos 12min, Renê cobrou lateral e Rodinei cabeceou para o meio depois de corte parcial da zaga. Sozinho e em posição legal, Guerrero dominou e estufou as redes.

Ainda que no primeiro tempo, o Flamengo tinha o domínio para conduzir a partida com relativa tranquilidade. Foi aí que a defesa começou a cochilar, especialmente Rafael Vaz, e proporcionou oportunidades aos donos da casa. Primeiro, Everaldo desviou e acertou a trave. Aos 27min, Eduardo cobrou lateral da direita, Everaldo desviou e Jorginho cabeceou para empatar o jogo. Aos 32min, Vaz se atrapalhou e perdeu a bola para Jorginho possibilitando nova investida do Atlético-GO, que passou a mandar na partida e teve chances para virar o placar ainda no primeiro tempo. O Flamengo saiu no lucro.

A segunda etapa foi um desespero para o torcedor do Flamengo. Enquanto o Atlético-GO se apresentou com alma de um jogo decisivo, o time carioca parecia paralisado diante da possibilidade de mais uma eliminação. Os goianos dominaram o meio de campo e enfileiraram chances de gol. Com sorte, os cariocas se livraram.

O cenário era péssimo para o Flamengo no jogo. O time colecionava falhas, errava saídas de bola e pouco criava. O técnico Zé Ricardo já era chamado de "burro" pelos torcedores quando Matheus Sávio fez o improvável para o que a partida apresentava. O vilão da Libertadores virou o herói da classificação sofrida em uma noite de atuação para esquecer do Flamengo. Aos 34min, o camisa 42 levantou na área. Um desvio leve no zagueiro fez a bola parar no fundo do gol de Felipe. O menino do Ninho do Urubu não conteve o choro. O gol salvou o emprego de Zé Ricardo e colocou o Flamengo nas quartas de final da Copa do Brasil.

Os times entram em campo no próximo domingo (28) pelo Campeonato Brasileiro. Às 16h (de Brasília), o Flamengo encara o Atlético-PR, na Arena da Baixada. Já o Atlético-GO recebe o Corinthians, novamente no Serra Dourada.

ATLÉTICO-GO

Felipe; Jonathan (Eduardo), Ricardo Silva, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Marcão, Igor, Luiz Fernando (João Pedro) e Jorginho; Everaldo (Walterson) e Júnior Viçosa. Técnico: Marcelo Cabo

FLAMENGO

Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Renê; Márcio Araújo, Willian Arão e Ederson (Romulo); Trauco (Mancuello), Rodinei (Matheus Sávio) e Guerrero. Técnico: Zé Ricardo

Estádio: Serra Dourada, em Goiânia (GO)

Juiz: Flávio Rodrigues de Souza (SP)

Cartões amarelos: Luiz Fernando, Marcão e Roger (Atlético-GO); Pará e Guerrero (Flamengo)

Gols: Guerrero (Flamengo), aos 12min, e Jorginho (Atlético-GO), aos 27min do primeiro tempo; Matheus Sávio (Flamengo), aos 34min do segundo tempo

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber