Mais lidas
Esportes

Real atrai multidão e provoca Piqué em festa do título nas ruas de Madri

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A festa pelo 33º título nacional do Real Madrid varou a madrugada neste domingo (21). Os jogadores deixaram a cidade de Málaga imediatamente após vencer o time da casa por 2 a 0 e voltaram à capital para celebrar a conquista. Um palco foi montado na Praça Cibeles, tradicional ponto de encontro para as comemorações dos títulos merengues, e ali se deu a comemoração.

Os campeões demoraram para chegar à festa, mas apesar do atraso os torcedores não arredaram o pé. O carro aberto só apontou no local por volta de 21h40 (de Brasília), mais de quatro horas após o final do jogo que garantiu o título -em Madri já era quase 3 horas da manhã. O primeiro ato da celebração envolveu uma estátua bastante querida pelos madridistas, que fica ao centro da Praça Cibeles.

Na conquista da Liga dos Campeões, no ano passado, ela recebeu carinhos e um cachecol de Sergio Ramos. Desta vez o capitão pendurou uma bandeira espanhola, enquanto Marcelo amarrou o cachecol como uma tiara. Ao fundo, os alto falantes entoavam "We are the champions", e a voz de Freddy Mercury era acompanhada por alguns jogadores desafinados.

Como não poderia deixar de ser, o zagueiro Piqué foi alvo de provocações por parte dos jogadores do Real. Ninguém sabe quem começou, mas o canto "Piqué, cabrón, saluda el campeón" inflamou os torcedores. Ao subirem no palco montado, Sergio Ramos, Isco e Marcelo revezaram no microfone, cantando músicas alusivas ao Real e interagindo com a torcida.

Os merengues têm como meta voltar à Praça Cibeles em menos de duas semanas. No próximo dia 3, o Real Madrid encara a Juventus na final da Liga dos Campeões da Europa, em Cardiff.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber