Mais lidas
Esportes

Com dois gols em três minutos, Fluminense vence o Atlético-MG

.

VICTOR MARTINS

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - Atuando em casa, o Atlético-MG tinha mais posse de bola e era responsável pelas principais ações do jogo deste domingo (21). Mas o Fluminense foi mais eficiente e aproveitou um momento de vacilo da defesa atleticana para marcar dois gols num intervalo de três minutos, com Henrique Dourado e Richarlison. Gabriel descontou para a equipe mineira, mas não foi o suficiente e o Fluminense venceu por 2 a 1.

Resultado que deixa a equipe carioca com 100% de aproveitamento neste início de Campeonato Brasileiro. São duas vitórias, contra Santos e Atlético. Na próxima rodada o Fluminense tem clássico com o Vasco. Já o Atlético, com apenas um ponto em dois jogos, dá uma pausa no Brasileirão para estrear na Copa do Brasil, contra o Paraná.

Henrique Dourado e Richarlison dividem o protagonismo da vitória do Fluminense sobre o Atlético, em Belo Horizonte. Além de ganhar praticamente todas as jogadas contra os atleticanos na disputa pelo alto, Henrique Dourado fez o primeiro gol, de pênalti, e cruzou para Richarlison fazer o segundo. E foi o camisa 70 que puxou contra-ataque e sofreu o pênalti convertido por Henrique. A dupla infernizou a defesa atleticana, especialmente no primeiro tempo.

Com a vitória, o Fluminense interrompeu a sequência de vitórias do Atlético-MG no horto. Em 2012 e 2013, conseguiu vencer 12 vezes consecutivas atuando no Independência. Nesta temporada, com Roger Machado, eram 11 triunfos em 11 partidas. A chance de igualar a marca de quatro anos atrás era vencer o Fluminense. O que não aconteceu. Com o resultado, a equipe carioca é a primeira a tirar pontos do time atleticano como mandante nesta temporada.

ATLÉTICO-MG

Victor, Marcos Rocha, Felipe Santana, Gabriel e Fábio Santos; Rafael Carioca (Maicosuel, no intervalo), Adilson, Elias, Otero (Rafael Moura, aos 14 do 2º) e Cazares; Fred.

T.: Roger Machado.

FLUMINENSE

Diego Cavalieri, Lucas (Renato, no intervalo), Nogueira, Henrique e Léo Pelé; Orejuela, Wendel, Sornoza e Gustavo Scarpa (Douglas, aos 20 do 2º); Richarlison e Henrique Dourado.

T.: Abel Braga. Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)

Assistentes: Lúcio Beiersdorf Flor (RS) e Leirson Peng Martins (RS)

Público/Renda: 16.145 presentes/R$ 453.335,00

Cartões amarelos: - (CAM) Nogueira, Sornoza, Richarlison, Marcos Júnior, Douglas e Renato (FLU)

Gols: Henrique Dourado (FLU), aos 36 minutos do primeiro tempo; Richarlison (FLU), aos 38 minutos do primeiro tempo; Gabriel (CAM), aos 40 minutos do primeiro tempo

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber