Mais lidas
Esportes

Real Madrid vence o Málaga e volta a ser campeão espanhol após cinco anos

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Real Madrid derrotou o Málaga neste domingo (21) por 2 a 0, fora de casa, e conquistou seu 33º título do Campeonato Espanhol. Desde 2012 o clube não conquistava a taça.

A campanha vitoriosa do maior campeão espanhol teve 93 pontos, 105 gols marcados e 29 vitórias em 38 partidas.

A festa merengue deve se estender domingo a dentro, pois a equipe retorna a Madri para desfilar em carro aberto pelas ruas da capital.

Mas a temporada ainda não acabou. No próximo dia 3, em Cardiff, o Real encara a Juventus na final da Liga dos Campeões da Europa.

PARTIDA

Se um jogo que envolve título pode testar os nervos de uma equipe, o que se viu do Real Madrid foi justamente o oposto.

O controle emocional pode ter tido tudo a ver com o gol de Cristiano Ronaldo antes dos dois minutos.

O craque recebeu ótimo passe de Isco às costas da zaga e driblou o goleiro antes de balançar a rede. O camisa 7 fechou o Espanhol com 26 gols.

O gol marcado cedo deixou o time merengue em ótimas condições, controlando o ritmo da partida e trabalhando a bola sem qualquer receio.

O adversário investiu algumas vezes, mas a vitória parecia destinada ao Real Madrid: um ou outro ataque do Málaga nem chegou perto de tirar a tranquilidade dos madrilenhos.

O segundo gol, de Benzema após cruzamento na área, resolveu de vez a parada e abriu contagem regressiva para o título. Nos minutos finais a partida até ficou mais corrida, mas a esta altura o troféu já era merengue.

O Málaga entrou em campo com a 11ª colocação garantida e sem qualquer objetivo a alcançar, talvez por isso tenha jogado tão leve.

Mesmo saindo atrás no placar, assustou Keylor Navas principalmente com chutes longos no primeiro tempo. Mas a força do time da casa oscilou ao longo do jogo e não foi suficiente para surpreender o Real Madrid.

Não foi por falta de tentativa que Sandro Ramírez, atacante formado no Barcelona, não ajudou seu ex-clube. Artilheiro do Málaga no Campeonato Espanhol com 14 gols, virou a esperança catalã de tirar o título das mãos do Real Madrid neste domingo, mas não deu.

Foram dele os dois chutes que quase empataram o jogo no primeiro tempo: um parou em ótima defesa de Navas; outro passou rente à trave após desvio.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber