Facebook Img Logo
Mais lidas
Esportes

Sensação em Saquarema, Yago Dora elimina Medina da etapa brasileira

.

GUILHERME SETO E ADRIANO VIZONI, ENVIADOS ESPECIAIS

SAQUAREMA, RJ (FOLHAPRESS) - Classificado para a etapa de Saquarema por ter passado em triagem local, o curitibano Yago Dora, 20, eliminou Gabriel Medina em bateria eletrizante nesta quarta-feira (17) e avançou às quartas de final do evento. A disputa foi definida com nas últimas duas ondas, com um aéreo para cada lado.

Dora tem surpreendido a todos durante o evento. Na segunda rodada, bateu o havaiano Kolohe Andino, 5º colocado no ranking; na rodada seguinte, eliminou o atual campeão e líder John John Florence. Desde então, virou a sensação da bateria, tendo nome constantemente gritado pelos torcedores na orla da praia de Itaúna.

Nesta quarta-feira (17), contra Medina, a disputa foi intensa, com constantes viradas.

"Gosto de disputas assim, onda a onda, em que um passa na frente e o outro segue atrás. Minha estratégia foi justamente essa de trocar notas, pegar várias ondas, assim como foi a do Medina. Ainda bem que deu certo", disse Dora após a bateria.

Até o último minuto de bateria, ambos os surfistas decidiram apostar em manobras "de borda", ou seja, "rasgadas" (quando o surfista sobe em direção à crista e muda de direção rapidamente), "batidas" (quando bate na crista da onda com a prancha) e "cutbacks" (quando vira de frente para a onda e volta para a frente).

Nessa estratégia, Dora se deu melhor, somando nota 7,50 e 6,70, contra 6,67 e 7,10 de Medina, que então precisava de 7,2 para ultrapassá-lo.

Em sua última manobra, nos últimos segundos, Medina partiu para um aéreo altíssimo, segurando a prancha, que claramente daria a nota de que ele precisava. Dora, ciente do risco, pegou a onda que vinha atrás, a última possível.

"Eu vi que ele ia para o aéreo e sabia que teria que dar um maior ainda. Hoje o mar não estava para aéreos, mas precisava tentar, já que vi que o Medina estava esperando para dar o dele. Deu certo", disse Dora. Ele deu um aéreo com rotação completa.

Já no palanque, Medina teve sua virada anunciada, com nota 7,73. Segundos depois, Dora viu que o placar virou pela última vez: 8,17, com um total de 15,67. Medina ficou com 14,83.

Nas quartas de final ele enfrentará mais um campeão, o australiano Mick Fanning, que foi o melhor do mundo em três ocasiões.

"Ele é um ídolo meu, um atleta no verdadeiro sentido da palavra", disse Dora.

Leandro "Grilo", pai e técnico de Dora, mostra tranquilidade.

"Não criamos expectativas para a competição e não estamos avaliando adversários. Só estamos querendo fazer boas ondas e fazer boas apresentações", afirmou.

Enquanto Dora dava entrevistas, as adolescentes que vibravam com John John Florence nas primeiras rodadas mostraram que já superaram o havaiano e gritavam: "Yago, cadê você, eu matei aula só para te ver."

ELIMINADO

O Brasil terá apenas dois representantes nas quartas de final. Na primeira bateria do dia, Wiggolly Dantas foi derrotado pelo australiano Joel Parkinson, que será adversário de Mineirinho na próxima fase.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber