Mais lidas
Esportes

ATUALIZADA - Felipe Melo é suspenso por seis partidas pela Conmebol

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O volante Felipe Melo foi suspenso por seis partidas pela Conmebol. Se o Palmeiras não conseguir reverter a pena, o volante apenas poderá voltar a atuar pela Libertadores caso a equipe consiga chegar às semifinais.

A pena foi anunciada nesta sexta-feira (12) pela entidade que organiza o torneio sul-americano. O Palmeiras vai entrar com recurso e já encaminhou a defesa do jogador.

Felipe Melo foi suspenso por se envolver em confusão com jogadores do Peñarol, em Montevidéu, no último dia 26. Quando acabou a partida no Uruguai, atletas do Peñarol tentaram agredir o palmeirense, que acertou um soco em um adversário.

Antes, após a confronto entre as equipes em São Paulo, ele reclamou ter sido alvo de injúrias raciais dos uruguaios e se envolveu em discussões. Na apresentação no clube, em janeiro deste ano, disse: "se tiver que dar tapa na cara de uruguaio, vou dar."

"Foi demasiada [a pena]. Vamos esperar para ver a punição que será dada aos outros antes de a gente se pronunciar", disse Cuca.

Além da suspensão, ele foi multado em US$ 10 mil (R$ 31,3 mil). A Conmebol havia aplicado gancho preventivo de três jogos. Se o Palmeiras conseguir anular a decisão, mesmo assim Melo ficará fora do time por mais duas rodadas. Isso significa que poderia ser escalado no jogo de volta das oitavas, caso o time obtenha a classificação.

Isso está perto de acontecer. O Palmeiras apenas será eliminado na fase de grupos se perder por dois ou mais gols de diferença, em casa, para o Atlético Tucumán (ARG) e o Jorge Wilstermann (BOL) não perder para o Peñarol, no Uruguai.

Caso o Palmeiras seja eliminado, Felipe Melo terá de cumprir a pena na Copa Sul-Americana. A Conmebol ainda não anunciou qual será a punição dos clubes.

Diretores do Palmeiras dizem que o time sofreu uma emboscada. Segundo eles, jogadores e comissão técnica tentaram fugir do tumulto após o jogo, mas o portão que liga o campo ao túnel para chegar aos vestiários estava trancado.

A defesa do Palmeiras é apoiada nessa versão. O clube enviou um vídeo à entidade para tentar provar que os jogadores uruguaios foram responsáveis pela briga.

Três atletas do Peñarol foram suspensos por cinco partidas e multados em US$ 10 mil: Matías Mier, Nahitan Nández e Lucas Hernández. A equipe não tem mais chances de classificação para as oitavas da Libertadores.

REFORÇO

A diretoria do Coritiba anunciou nesta sexta a venda do zagueiro Juninho para a equipe paulista.

"Não tivemos como segurá-lo. É jogador de alto nível e creio que fizemos uma boa venda", disse o diretor institucional, Ernesto Pedroso.

Segundo ele, o Palmeiras vai pagar cerca de R$ 10 milhões para ter o defensor, que é esperando neste sábado (13) em São Paulo para fazer exames médicos.

"Temos espaço para mais um zagueiro. O Vitor Hugo vai para a Fiorentina, não tem como segurar. Ele [Vitor Hugo] tem o direito de ir", afirmou Cuca nesta sexta, sem confirmar o acerto com Juninho.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber