Facebook Img Logo
Mais lidas
Esportes

Botafogo perde processo contra 'Porta dos Fundos', mas diz que recorrerá

.

BERNARDO GENTILE

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O Botafogo perdeu em primeira instância o processo que movia contra o 'Porta dos Fundos', canal de humor do Youtube, que fez um vídeo satirizando o clube em 2015.

O time alvinegro avisou que irá recorrer da decisão — para isso, terá um prazo 15 dias a partir da próxima segunda-feira (15).

Em maio de 2015, os humoristas interpretaram jogadores de Flamengo e Botafogo. Os atletas rubro-negros ironizavam a quantidade de patrocínios estampados na camisa alvinegra. Na época, o clube de General Severiano utilizou os espaços para anunciar produtos do mercado atacadista como celular por R$ 199.

"O Botafogo vai recorrer. O juiz não leu o processo. Parece que julgou de acordo com o que pediram. O juiz afirma que o 'Porta' fez o vídeo sem interesse comercial, sem fins lucrativos. E por conta disso julga improcedente", disse Domingos Fleury, vice-jurídico do Botafogo.

"O Porta dos Fundos fez pra não ganhar dinheiro? Ora, fez o vídeo, divulgou e ganhou muito dinheiro. E vai dizer que não tem fins comerciais? Pedi perícia para apurar quanto ganharam com o vídeo, mas não o juiz liberou. Poderia provar, mas não deixou. Muito estranho", concluiu Fleury.

O Botafogo processa o 'Porta dos Fundos', o Flamengo e a fornecedora Adidas, já que os atores tinham em mãos a camisa oficial do time rubro-negro lançada no mesmo dia em que o vídeo foi veiculado. Portanto, os uniformes foram cedidos previamente pela empresa ao clube da Gávea para a gravação.

Dono do 'Kibe Loco' e um dos sócios do 'Porta', Antônio Tabet foi anunciado como vice de comunicação do Flamengo três meses após o episódio.

Caso o Botafogo não consiga reverter o resultado, terá que arcar com os custos dos advogados do 'Porta dos Fundos'. Como pediu aproximadamente R$ 1,2 milhão no processo, o clube alvinegro teria que pagar 10% dessa quantia aos humoristas — cerca de R$ 120 mil.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber