Esportes

Técnicos novatos conquistam títulos em estaduais do país

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os campeonatos estaduais marcaram as primeiras conquista de técnicos jovens em grandes times. Foi assim em Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e no Paraná. À frente dos campeões Atlético-MG, Flamengo e Coritiba e Corinthians, treinadores venceram até então inéditos títulos profissionais.

Aos 46 anos, Zé Ricardo comandou o Flamengo na vitória sobre o Fluminense, de Abel Braga, 64 anos, no Maracanã. O rubro-negro, que já havia vencido o primeiro jogo por 1 a 0, fez 2 a 1, neste domingo (7), e garantiu o título do Estadual do Rio.

"Se fosse o Zé ou outro treinador, a cobrança pelo título seria grande. Não pode o Flamengo ficar três anos sem ganhar taça. Somos alimentados por vitórias", disse Zé Ricardo.

O flamenguista tem trajetória semelhante à do corintiano Carille, 43 anos, que levou o Paulista. Foram auxiliares de técnicos consagrados antes de assumirem as equipes.

Em Belo Horizonte, Roger Machado, 42 anos, venceu o Campeonato Mineiro com o Atlético-MG. O time superou o Cruzeiro na final, por 2 a 1, no Independência. É a primeira vitória do alvinegro sobre o rival desde 2015.

"Era importante carimbar o início de trabalho com o regional, pela segurança da continuidade", afirmou Roger.

No comando do Coritiba desde a demissão de Paulo César Carpegiani, 68 anos, em fevereiro, Pachequinho, 46, comemorou o título do Campeonato Paranaense.

O ex-jogador do clube viu o seu time vencer o Atlético-PR por 3 a 0 no jogo de ida e empatar em 0 a 0 neste domingo.

"Nunca escondi que a minha vontade era conquistar o título e ter uma carreira. Fui buscar o conhecimento e sei que posso dar uma contribuição para esse clube", afirmou.