Esportes

Após 11 anos, Djokovic rompe com técnico eslovaco Marián Vadja

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) O tenista Novak Djokovic decidiu romper com seu técnico Marian Vajda e toda a equipe de treinamento. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (5), através do site oficial do atleta.

"Sou eternamente grato a Marian, GG e Miljan pela década de amizade, profissionalismo e compromisso com meus objetivos de carreira. Sem o apoio deles eu não poderia ter alcançado estes feitos. Eu sei que eles se dedicaram completamente e suas vidas para me ajudar a realizar meus sonhos e eles sempre foram minha força motriz e vento nas minhas costas", escreveu o tenista.

O treinador e ex-jogador eslovaco estava trabalhando com Djokovic desde 2006. Além disso, o tenista número 2 do mundo decidiu trocar o fisioterapeuta, numa mudança que ele chamou de “terapia de choque”. “Não foi uma decisão fácil, mas todos sentimos que precisamos de uma mudança. Estou muito grato e orgulhoso de nosso relacionamento e vínculo inquebrável que nós construímos através de anos de amor mútuo, respeito e compreensão. Eles são minha família e isso nunca vai mudar”, falou o tenista.

A decisão da separação veio depois de uma análise de jogos e resultados adquiridos recentemente. Além disso, os planos particulares de cada um levaram à separação da parceria. “Eu quero continuar aumentando o nível do meu jogo e resistência e este é um processo contínuo. Sinto que estou começando algo novo outra vez e eu amo este desafio. Eu sou um caçador e meu maior objetivo é encontrar a faísca vencedora na quadra novamente”, acrescentou o sérvio.