Esportes

TJD avalia denúncia contra Pottker, mas atacante jogará final

.

DASSLER MARQUES

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O presidente do TJD (Tribunal de Justiça Desportiva), Antonio Olim, informou ter solicitado vídeos para verificar se o atacante William Pottker agrediu o volante Gabriel, do Corinthians, na primeira final do Paulista.

No entanto, o jogador da Ponte Preta tem presença assegurada para a segunda final entre as equipes, marcada para o próxima domingo (7), em Itaquera.

Caso Potker seja denunciado, a audiência no TJD ocorreria somente a partir da próxima semana. A apreciação do vídeo envolvendo Pottker e Gabriel será feita antes do julgamento do corintiano Fagner.

O atacante da Ponte Preta se desentendeu com o volante Gabriel em uma disputa da bola. O jogador da Ponte fingiu ter escorregado e acertou com a mão o corintiano.

O lance aconteceu no primeiro tempo do duelo. Na saída para o intervalo, Pottker deu entrevista ao canal SporTV e negou agressão, dizendo que foi puxado pelo atleta do Corinthians ao tentar se levantar.

O corintiano Gabriel comentou a jogada: "Foi um lance em que eu disputei a bola de cabeça, não vi ele, nem subi tanto, a gente disputou e caiu. No que caímos, a gente meio que enroscou no chão um com o outro, aí acho que ele quis se levantar e acabou me agredindo no momento. Eu até não entendi, porque acho que não era para isso, ele ter uma atitude dessas".