Mais lidas
Esportes

ATUALIZADA - Corinthians convida Ronaldo para vender patrocínio

.

ALEX SABINO E EDUARDO RODRIGUES

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A empresa de marketing esportivo Octagon Brasil, que tem Ronaldo Nazário como sócio, está próxima de um acerto com o Corinthians. No último domingo (30), o ex-jogador e hoje empresário viu a final do Paulista contra a Ponte Preta no camarote da equipe, no Moisés Lucarelli, em Campinas.

Segundo o diretor de marketing do Corinthians, Fernando Sales, a agência de Ronaldo fará a captação de patrocinadores para o Corinthians.

"Não é nada que já não é feita no mercado. A Octagon será uma das agências autorizadas a captar patrocinadores para o Corinthians e vai receber comissão por isso. É uma prática comum no mercado. Mas é o Ronaldo, né?", afirmou Sales à reportagem.

A assessoria de imprensa da agência confirmou que há conversas, mas disse que a negociação ainda está em andamento. O Corinthians considera o acerto próximo.

A Octagon preferia aguardar mais alguns dias antes de falar publicamente sobre o assunto. A empresa deseja assinar o contrato antes de dar maiores detalhes.

"A gente espera que assim que aconteça a assinatura do contrato eles consigam fazer a captação de patrocínios. A imagem de um ídolo como o Ronaldo vai ajudar bastante", completou o diretor de marketing corintiano.

Hoje o Corinthians expõe na camisa as marcas da Minds Idiomas, Foxlux, Alcatel. No confronto contra a Ponte Preta, fez um acordo pontual com a Universidade Brasil. O clube diz que Ronaldo não participou desses acordos fechados até agora.

Embora escale o ex-jogador para tentar buscar patrocínios, o Corinthians não descarta assinar contrato com a Caixa Econômica Federal, que apoiava o clube até 2016. Desde o início de abril, o time não utiliza a marca do banco estatal no lugar mais nobre da camisa.

A reportagem apurou que a estatal queria reduzir o valor pago, e o Corinthians não aceitou a proposta. No ano passado, o banco pagou R$ 30 milhões para expor a sua marca.

Entre 2009 e 2011, quando defendeu o clube, Ronaldo foi o principal captador de patrocínios. Ele foi o responsável direto pelo contrato com a Hypermarcas, que pagava R$ 38 milhões na época.

Durante a gestão Roberto de Andrade, Ronaldo ficou distante do Corinthians. Em 2015, a 9ine, empresa no qual o ex-jogador era sócio até o final do ano passado, processou o clube por uma dívida de cerca de R$ 120 mil.

Roberto de Andrade, inclusive, revogou o acordo de Ronaldo como embaixador do clube. O atacante se aposentou em 2011, após atuar por pouco mais de dois anos no alvinegro.

Antes do primeiro jogo da final do Campeonato Paulista, neste domingo (30), Ronaldo foi até o vestiário cumprimentar os jogadores e lamentou o atraso que o impediu de fazer uma preleção aos atletas. Ele alegou que se perdeu nas imediações do Moisés Lucarelli.

"Foi muito legal a presença dele aqui", afirmou o meia Rodriguinho após a vitória em Campinas.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber