Esportes

Chuva ajuda e Webber é pole; Massa sai na frente de Alonso

Da Redação ·
 Brasileiro da Ferrari sairá em sexto; Fernando Alonso falha no Q3 e é décimo
fonte: AFP
Brasileiro da Ferrari sairá em sexto; Fernando Alonso falha no Q3 e é décimo

O australiano Mark Webber conquistou neste sábado a pole position para o Grande Prêmio da Bélgica de Fórmula 1. Contando com a instabilidade meteorológica sobre o circuito de Spa-Francorchamps, o líder do campeonato garantiu sua volta de 1min45s778 na parte final do treino, superando Lewis Hamilton e Robert Kubica e largando em primeiro pela quinta vez no ano.
Entre os brasileiros, destaque para os desempenhos de Felipe Massa e Rubens Barrichello. Enquanto o piloto da Ferrari larga em sexto, contra o décimo lugar de seu companheiro Fernando Alonso, o experiente representante da Williams sairá do sétimo posto. Bruno Senna foi o 20º em seu melhor treino, e ainda foi beneficiado por punições, ganhando duas posições e saindo em 18º. Lucas di Grassi é 23º.
O excelente desempenho de Webber no sábado, no qual foi primeiro no terceiro treino livre e no treino de classificação, apaga o mau desempenho do australiano na sexta-feira, quando foi sétimo no primeiro treino e apenas 18º no segundo. De quebra, ainda encerra uma série de quatro poles consecutivas de seu companheiro Sebastian Vettel, quarto colocado no grid.
No treino deste sábado, iniciado com sol, o Q1 reservou uma surpresa ingrata logo de cara para Vitaly Petrov - o russo da Renault tocou a zebra e rodou, abandonando a sessão antes mesmo de realizar sua volta lançada. Os carros que estavam na pista voltaram então para os boxes, de onde só saíram após a remoção do carro de Petrov.
Na volta, o tempo fechou, a chuva apareceu pela primeira vez, e o que se viu foi um treino agitado. Lucas di Grassi e Jarno Trulli rodaram em meio a uma fila de carros, e quase ocasionaram uma batida, da qual alguns dos pilotos chegaram a escapar pela brita. Mais tarde, com parte da pista seca, Kamui Kobayashi também errou e foi parar nos pneus.
Mas em meio à confusão, as equipes novatas aproveitaram para surpreender, colocando Heikki Kovalainen (Lotus) e Timo Glock (Virgin) no Q2 pela segunda vez no ano - os mesmos Glock e Kovalainen haviam superado o Q1 na Malásia. Na primeira parte do treino, foram eliminados Jarno Trulli, Kamui Kobayashi, Bruno Senna, Sakon Yamamoto, Pedro de la Rosa e Lucas di Grassi, além de Vitaly Petrov.
Já com a pista praticamente seca, Lewis Hamilton liderou o Q2 com 1min446s211, e os minutos finais foram disputados. Rubens Barrichello chegou a estar de fora, mas marcou 1min47s797 e garantiu a nona vaga no Q3. Pior para Michael Schumacher, que vinha em 10º e caiu para 11º - como perderá dez posições na largada como punição da manobra sobre Barrichello na Hungria, o alemão largará em 21º.
Felipe Massa e Mark Webber, que também estiveram ameaçados, mas garantiram respectivamente o quinto e o quarto tempos. Pior para Michael Schumacher (11º), Nico Rosberg (12º), Jaime Alguersuari (13º), Vitantonio Liuzzi (14º), Sebastien Buemi (15º), Heikki Kovalainen (16º) e Timo Glock (17º), todos eliminados.
No Q3, Mark Webber mostrou que seu sábado era melhor que sua fraca sexta-feira, marcando 1min45s778 em sua primeira tentativa. Com chuva no começo, o australiano viu seus rivais pouco conseguirem ameaçar sua boa volta. Robert Kubica conseguia o segundo tempo, mas foi superado já com o cronômetro zerado por Lewis Hamilton. Discreto, Alonso esteve longe da volta ideal e não ameaçou os líderes.
Após o treino, porém, os bastidores da prova entraram em ação e "reorganizaram" a tabela. Schumacher caiu para 21º e Rosberg virou o 17º, graças a duas punições. O mesmo se aplicou ao também alemão Timo Glock: mesmo indo ao Q2, o piloto da Virgin foi condenado por uma manobra e perdeu cinco posições. Agora, largará em 20º, "devolvendo" uma posição a Rosberg (16º) e presentando Bruno Senna (18º) com duas.
O Grande Prêmio da Bélgica acontece neste domingo, às 9h (de Brasília). A prova terá acompanhamento minuto a minuto do Terra.
Confira o grid de largada para o GP da Bélgica:
1. Mark Webber (AUS/Red Bull Renault): 1min45s778
2. Lewis Hamilton (GBR/McLaren Mercedes): 1min45s863
3. Robert Kubica (POL/Renault): 1min46s100
4. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull Renault): 1min46s127
5. Jenson Button (GBR/McLaren Mercedes): 1min46s206
6. Felipe Massa (BRA/Ferrari): 1min46s314
7. Rubens Barrichello (BRA/Williams Cosworth): 1min46s602
8. Adrian Sutil (ALE/Force India Mercedes): 1min46s659
9. Nico Hulkenberg (ALE/Williams Cosworth): 1min47s053
10. Fernando Alonso (ESP/Ferrari): 1min47s441
11. Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso Ferrari): 1mins48s267
12. Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India Mercedes): 1min48s680
13. Heikki Kovalainen (FIN/Lotus Cosworth): 1min50s980
14. Nico Rosberg (ALE/Mercedes GP): 1min47s885*
15. Jarno Trulli (ITA/Lotus Cosworth): 2min01s491
16. Sebastien Buemi (Toro Rosso Ferrari): 1min49s209***
17. Kamui Kobayashi (JAP/Sauber Ferrari): 2min02s284
18. Bruno Senna (BRA/Hispania Cosworth): 2min03s612
19. Sakon Yamamoto (JAP/Hispania Cosworth): 2min03s941
20. Timo Glock (ALE/Virgin Cosworth): 1min52s049*
21. Michael Schumacher (ALE/Mercedes GP): 1min47s874**
22. Pedro de la Rosa (ESP/Sauber Ferrari): 2min05s294
23. Lucas di Grassi (BRA/Virgin Cosworth): 2min18s754
24. Vitaly Petrov (RUS/Renault): sem tempo
* Foi punido e perdeu cinco posições no grid
** Foi punido e perdeu dez posições no grid
*** Foi punido e perdeu três posições no grid

continua após publicidade