Mais lidas
Esportes

Criciúma repudia canto de torcida que cita acidente da Chapecoense

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Criciúma emitiu uma nota oficial nesta segunda-feira (24) repudiando a atitude de parte de seus torcedores na partida contra a Chapecoense deste último domingo (23). Durante o duelo, um grupo cantou "ão, ão, ão, abastece o avião", em referência ao acidente que matou 71 pessoas em Medellín, na Colômbia, em novembro do ano passado.

Apesar da partida ter terminado em 1 a 0 para o Criciúma, a Chapecoense se sagrou campeã do segundo turno do Campeonato Catarinense 2017. A Taça leva o nome de Sandro Pallaoro, ex-presidente do time alviverde que faleceu no desastre aéreo.

Na nota, o Criciúma afirma que a atitude dos torcedores "não expressa os princípios" do clube, que "tem o maior respeito não só em relação à Chapecoense, como a todos os clubes catarinenses".

Confira a nota oficial do Criciúma:

"O Criciúma Esporte Clube não compactua e repudia a manifestação de torcedores ocorrida na noite deste domingo (24/04), no estádio Heriberto Hülse, durante a partida contra a Associação Chapecoense de Futebol, válida pela última rodada do returno do Campeonato Catarinense. Esse tipo de manifestação de um grupo de torcedores não expressa os princípios do Criciúma Esporte Clube e sua grande massa torcedora, que tem maior respeito não só em relação à Chapecoense, como todos os clubes catarinenses, brasileiros e do futebol mundial.

O cântico entoado por meia dúzia de torcedores é de profundo mau gosto e não condiz com espírito desportivo que norteia o Criciúma Esporte Clube, bem como, a todos os coirmãos de Santa Catarina.

As imagens em questão serão encaminhadas as autoridades competentes para apuração de responsabilidade".

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber