Mais lidas
Esportes

Vasco celebra aumento de cerca de R$ 3 milhões em patrocínios

.

BRUNO BRAZ

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O retorno à Série A rendeu frutos financeiros ao Vasco neste início de temporada. Em menos de um mês, o clube renovou com a Caixa Econômica Federal e anunciou a volta da parceria com a TIM, o que fez com que a equipe aumentasse em cerca de R$ 3 milhões a receita com patrocinadores.

Com o banco estatal, o clube cruzmaltino saltou de R$ 9 milhões obtidos no ano passado para R$ 11 milhões, podendo chegar a R$ 12 milhões caso conquiste o título do Campeonato Brasileiro.

Já com a empresa de telefonia os valores não foram divulgados, mas giram em torno de R$ 1 milhão por uma temporada, quantia parecida com a que será recebida por Botafogo e Fluminense. O Flamengo, por sua vez, somente renovou e continuará recebendo cerca de R$ 4 milhões.

"O Vasco saúda o investimento da empresa do porte da TIM no futebol brasileiro, em especial no Carioca. E tem a certeza de que o retorno da nossa parceira será forte pela dimensão nacional de nosso clube e pela participação da TIM no dia a dia do Brasil", disse o presidente vascaíno Eurico Miranda em comunicado.

Em relação à Caixa, o Vasco ainda não confirma o acerto oficialmente, mas já dá como certo nos bastidores. O contrato terá validade de oito meses e se encerrará em dezembro de 2017. O atual vencerá nos próximos dias.

"O Club de Regatas Vasco da Gama esclarece que está em fase final o acerto do novo contrato de patrocínio com a Caixa Econômica Federal. Ao contrário do que foi veiculado, existe hoje um contrato em vigor que vence nos próximos dias e só na sequência haverá o novo compromisso válido até dezembro. O Vasco e a Caixa se pronunciarão oficialmente no momento da assinatura, não procedendo hoje especulações sobre valores", destacou o clube em comunicado.

A Caixa seguirá exibindo sua logomarca como patrocinadora máster do Vasco na camisa, enquanto a TIM estampará sua logomarca dentro do número do uniforme.

O Vasco ainda tem um patrocínio com a fornecedora de material esportivo Umbro, assinado em 2014, que rende cerca de R$ 8 milhões por temporada. O acordo se encerra no fim deste ano e outras empresas já sondam o clube em busca de parceria.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber