Mais lidas
Esportes

Com gol aos 54 minutos, Palmeiras bate o Peñarol e lidera na Libertadores

.

EDUARDO RODRIGUES

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O roteiro do primeiro jogo do Palmeiras no Allianz Parque pela Libertadores deste ano, contra o Jorge Wilstermann, se repetiu nesta quarta-feira (12) diante do Peñarol.

Com um gol aos 54 minutos da etapa complementar, o time alviverde venceu os uruguaios, de virada, por 3 a 2 e assumiu a liderança do Grupo 5 do torneio continental. Na segunda rodada, também no estádio palmeirense, a vitória por 1 a 0 saiu aos 50 min com Yerry Mina.

O gol desta quarta também foi de um defensor, mas saiu da cabeçada de Fabiano. O lateral marcou pela segunda vez com a camisa alviverde. O primeiro garantiu o título brasileiro do ano passado e o segundo foi nesta quarta.

A partida se encaminhava para ter um vilão: Borja. Contratação mais badalada do Palmeiras para a temporada, o colombiano errou um pênalti quando o jogo estava 2 a 1 para os palmeirense e viu do banco de reservas os uruguaios chegarem ao empate.

Antes de ser substituído, porém, Borja participou de um típico jogo entre brasileiros e uruguaios: provocações, catimba e entradas violentas.

Sem paciência, o Palmeiras foi o primeiro a sofrer com a bola área do Peñarol. Aos 31 min do primeiro tempo Junior Arias cabeceou firme para abrir o placar.

Nos primeiros cinco minutos da etapa final, os palmeirenses conseguiram a virada com Willian e Dudu. Mas após o erro de Borja, em pênalti sofrido por Dudu, o time se perdeu em campo e mais uma vez pecou na bola aérea. Gol de Gastón Rodríguez, aos 30 min.

Com o gol do Peñarol, o Palmeiras entrou na catimba dos adversários e custou para conseguir a vitória. Dois minutos antes de Fabiano subir mais alto que a defesa do Peñarol e cabecear firme para furar a meta de Guruceaga, Dudu foi expulso por discutir com a arbitragem.

O clube alviverde volta a campo pela Libertadores no dia 26 de abril, quando enfrenta o Peñarol fora de casa. Antes, a equipe terá os duelos contra a Ponte Preta pela semifinal do Campeonato Paulista.

PALMEIRAS

Fernando Prass; Fabiano, Yerry Mina, Edu Dracena e Zé Roberto; Felipe Melo (Thiago Santos); Willian, Alejandro Guerra (Keno), Tchê Tchê e Dudu; Miguel Borja (Michel Bastos). Técnico: Eduardo Baptista

PEÑAROL

Guruceaga

Petrik, Quintana, Ramón Arias e Lucas Hernández; Nández, Novick (Gastón Rodríguez), Guzmán Pereira e Cristian Rodríguez; Affonso (Perg) e Junior Arias (Ángel Rodríguez). Técnico: Leonardo Ramos

Estádio: Allianz Parque, em São Paulo (SP) Árbitro: Roddy Zambrano Olmedo (EQU)

Cartões amarelos: Yerry Mina e Felipe Melo (Palmeiras); Guzmán Pereira, Ramon Arias, Gastón Rodriguez, Cristian Rodríguez, Petrik e Affonso (Peñarol)

Cartão vermelho: Dudu (Palmeiras)

GOLS: Willian, com 1min do 2º tempo; Dudu, aos 5min do 2º tempo, e Fabiano (todos do Palmeiras), aos 54min do 2º tempo; Ramón Arias, aos 31min do 1º tempo, e Gastón Rodriguez (ambos do Peñarol), aos 30min do 2º tempo

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber