Esportes

Bruno é ovacionado na estreia, mas comete pênalti que custa vitória ao Boa

.

VICTOR MARTINS

VARGINHA, MG (UOL/FOLHAPRESS) - O goleiro Bruno foi ovacionado em sua estreia pelo Boa Esporte neste sábado (8), no estádio Dilzon Melo, em Varginha (MG), em jogo contra o Uberaba, mas comete pênalti e cede empate em 1 a 1.

Foram quase sete anos sem disputar partida profissional. Exatos 2.499 dias separam o 5 de junho de 2010, última partida de Bruno pelo Flamengo, e o 8 de abril de 2017, estreia pelo Boa Esporte. Condenado por 22 anos e três meses pelo assassinato de Eliza Samúdio e por ocultação de cadáver, Bruno certamente não retornou ao futebol como desejava.

O agora camisa 1 do Boa Esporte teve participação decisiva no empate em 1 a 1 com o Uberaba, pela primeira rodada do hexagonal final do Módulo do Campeonato Mineiro. O resultado não era o esperado pela equipe de Varginha, que agora luta para terminar a fase entre os dois primeiros colocados, para retornar a elite do futebol estadual, em 2018.

Pressionado pelo Boa Esporte nos primeiros minutos de jogo, o Uberaba sequer conseguiu dar um chute no gol defendido por Bruno. A única tentativa na etapa inicial aconteceu aos 41 minutos, numa bola que ficou para fácil defesa de Bruno. No segundo tempo, perdendo por 1 a 0, o Uberaba teve de sair para o jogo. E conseguiu empatar após Bruno errar no único lance decisivo em que participou. O goleiro cometeu pênalti e foi amarelado. Na cobrança de Bruno Henrique, Bruno sequer acertou o lado.

CLIMA HOSTIL

O Boa Esporte volta a campo pelo hexagonal final do Módulo 2 contra o Patrocinense, em Patrocínio. Se no Estádio Melão o clima foi de bastante carinho e admiração pela presença de Bruno em campo, nesta quarta-feira (12), o goleiro vai encontrar um ambiente totalmente hostil. Adversários na primeira fase do Módulo 2, a torcida do Patrocinense não poupou os jogadores do Boa Esporte dos gritos de "assassino", quando se enfrentaram. Jogo em que Bruno sequer estava relacionado.