Mais lidas
Esportes

Em quatro meses, elenco da Chape mostra entrosamento e comemora resultados

.

SÃO PAUO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Passados pouco mais de quatro meses da tragédia que atingiu o elenco da Chapecoense, o clube tem mostrado uma reconstrução sólida em campo. Dono da melhor campanha do Campeonato Catarinense (33 pontos em 15 jogos, empatado com o Avaí), o time tem uma vitória e uma derrota na Copa Libertadores da América. Na Recopa Sul-Americana, recebeu o Atlético Nacional (Colômbia) na Arena Condá e venceu por 2 a 1, nessa terça-feira, no jogo de ida.

Para quem chegou em 2017, os resultados são comemorados com sucesso. É o caso do zagueiro Luiz Otávio, emprestado pelo Luverdense. Autor do segundo gol da vitória sobre o Nacional nesta terça-feira, o defensor vê o elenco da Chape entrosado, respondendo com vitórias nos torneios que disputa.

"Nosso grupo é forte. A gente sempre fala: a questão é o entrosamento, mas já estamos há bastante tempo juntos", disse, em entrevista ao "SporTV". "Graças a Deus esse tempo junto que a gente tem pode nos entrosar cada vez mais", completou.

O jogo da terça-feira (4) foi marcado pelas homenagens em Chapecó ao Atlético Nacional e a todo o povo colombiano, responsáveis por diversas homenagens à Chape após o desastre aéreo do dia 29 de novembro. No entanto, nos dias anteriores à partida, o técnico Vagner Mancini fez questão de blindar o elenco para evitar que o clima de reverência afetasse o time.

Em campo, os reforços de 2017 não decepcionaram, oferecendo a experiência adquirida em outros clubes. "A gente sabia que o adversário é complicado. Joguei contra eles pelo São Paulo, e até hoje eles estão juntos. É um time entrosado", elogiou o lateral esquerdo Reinaldo, em entrevista na saída do gramado ao canal de TV por assinatura "Fox Sports". O defensor também foi cedido pelo clube paulista por empréstimo no começo do ano.

Segundo Reinaldo, autor do primeiro gol da história da Chape na Copa Libertadores da América, o renovado elenco estava concentrado nos últimos dias e conseguiu evitar que as homenagens fizessem efeito.

"Dentro de campo, eu acabo esquecendo de muita coisa e focando só no jogo, no meu adversário. Antes do jogo, a gente sabia que tinha manifestação, tinha tudo", contou, também ao Fox Sports. "Para o nosso torcedor, é um jogo muito importante. Graças a Deus, deu certo", completou.

O discurso foi semelhante ao de Luiz Otávio. Segundo o site "O Gol.com.br", o gol diante do Atlético Nacional foi o quinto da carreira do zagueiro, o segundo em 2017. "[Foi] o gol mais importante da minha carreira. É muita felicidade esse gol aí", disse.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber