Mais lidas
Esportes

Por dívida, clube russo ameaça levar Atlético-MG à Fifa

.

VICTOR MARTINS

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - Em breve o departamento jurídico do Atlético-MG deverá ser notificado pela Fifa sobre uma cobrança feita pelo Spartak Moscou, da Rússia, referente à negociação envolvendo o volante Rafael Carioca. De acordo com o site Gazeta.ru, a equipe brasileira deve um milhão de euros pela compra do jogador, que aconteceu em junho de 2015.

Segunda a publicação russa, o Spartak pretende recorrer à Fifa para poder receber a quantia devida pelo Atlético. Em valores atuais, a dívida alvinegra com a equipe de Moscou seria de aproximadamente R$ 3,3 milhões; valor que o Atlético não reconhece.

Caso a ação do Spartak se confirme, vai ser mais um problema para a diretoria atleticana resolver fora de campo. Ano passado a Udinese, da Itália, também prometeu cobrar o clube mineiro na Fifa, por dívidas referentes aos negócios com Maicosuel e Douglas Santos, comprados em 2014 e 2015, respectivamente.

Além disso, há o caso mais comentado que envolve o Atlético: a dívida com o Grêmio pela compra do goleiro Victor, em junho de 2012. Mas essa cobrança não pode ser questionada na Fifa, por se tratar de duas equipes do mesmo país.

Rafael Carioca chegou ao Atlético em agosto de 2014, por empréstimo. Titular na conquista da Copa do Brasil e peça importante da equipe, o volante foi comprado no ano seguinte. Na época, a diretoria alvinegra não revelou valores e nem mesmo as condições da negociação.

Com 141 jogos disputados pelo Atlético, Rafael Carioca aparece na quinta colocação do atual elenco entre os que mais jogaram pelo Atlético, atrás apenas de Leonardo Silva, Victor, Marcos Rocha e Luan. O volante tem cinco gols marcados pelo clube mineiro e dois títulos conquistados, a Copa do Brasil de 2014 e o Campeonato Mineiro do ano seguinte.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber